Free Fire: Bak está próximo de acerto com a paiN, diz site

Considerado o maior jogador do competitivo de Free Fire emulador, Gabriel “Bak” Lessa está próximo de um acerto com a paiN Gaming, de acordo com a reportagem feita por Gustavo Koga, do Mais Esports. Segundo a apuração, o jogador está de saída da LOUD, porém não há uma data para que a negociação se concretize.

Além disso, foi revelado à reportagem o motivo pelo qual Bak está deixando a organização. Segundo as fontes, um dos maiores desejos do atleta é voltar a disputar a Liga NFA, principal competição de emulador do battle royale da Garena.

Caso seja contratado pela paiN Gaming, Bak irá reencontrar alguns de seus ex-companheiros da época de B4 Esports. Em resposta ao portal, a paiN disse que “não costuma comentar negociações em andamento e que todas as contratações confirmadas são anunciadas para a mídia e em nossas redes”.

A confusão entre LOUD e paiN

Nesta última sexta-feira (16), Jean Ortega e Bruno “PlayHard” Bittencourt, donos da LOUD, usaram suas redes sociais para demonstrar insatisfação com a paiN. Na palavra da dupla, os mesmos acusam a organização de querer “roubar tudo da LOUD”.

“Nos últimos meses, a paiN tentou roubar tudo da LOUD [haha]: staffs, ideias, talentos, sócios… Talvez um dia consigam roubar um cérebro para construir algo que não seja hobby”, disse Jean em seu Twitter.

Pouco tempo depois, PlayHard também se manifestou em seu perfil para comentar a respeito do caso: “Sempre tem competição no mercado e isso é saudável pro progresso… Mas começam a vender pessoas de outro time pra plataformas de stream antes de dedicar tempo e energia pra crescer os próprios, passam o dia inteiro ligando para nosso pessoal, espalhando rumores, mentiras e etc”.

Após a revelação da possível saída de Bak, ficou mais nítido que este possa ter sido um dos motivos pelos quais os donos da LOUD tenham se irritado com a paiN Gaming. MH, diretor da organização, também fez seu posicionamento em relação ao assunto.

“Jogadores e staffs que partem em busca de novas oportunidades não são novidade. O que nos irritou é o fato de que eles colocariam em risco a carreira de um talento ao tentar oferecê-lo a patrocinadores ou plataformas concorrentes enquanto os contratos legais estão em vigor”, afirmou MH em seu Twitter.

“A saída de Bak não é nenhuma novidade, mas ouvir que eles prejudicaram outros talentos da LOUD não é algo que eu possa defender. Imagine acordar para ouvir que sua carreira está em jogo devido à ganância de outros concorrentes no espaço. A ganância faz as pessoas fazerem coisas malucas”, completou.

O The Clutch Esports tentou entrar em contato com a paiN para tratar do assunto, mas não obteve uma resposta até o momento da publicação desta matéria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img