O início do campeonato europeu de League of Legends começou nesta sexta-feira, 24, com muita expectativa dos times mais fortes, como G2 Esports, Fnatic, Vitality e Shalke 04.

O primeiro jogo escolhido já foi para deixar todo mundo animado: G2 Esports contra MAD Lions. O pontapé inicial foi as 14:00 do horário de Brasília, com transmissão nos canais oficiais da LEC (League of Legends European Championship) e da Riot. 

G2 Esports vs MAD Lions

A G2 iniciou o ano invertendo posições: Caps no bot, como ad carry, e Perks no meio. O time mais imprevisível da LEC, no entanto, começou em apuros. A MAD Lions não só empregou seu jogo melhor nos primeiros minutos, como fez o first blood e saiu com 5×0 em abates. O susto não durou tanto, e os samurais se recompuseram de várias maneiras. 

O time fez uma formação de Aatrox, Elise, Qyanna, Senna e Nautilus. Já a Mad Lions veio de Ornn, Lee Sin, Mordekaiser, Aphelios e Braum. O Aphelios é certamente a novidade para esse patch 10.1, e no early game ele é um campeão que dá um trabalho danado. Logo após o susto, a G2 conseguiu equilibrar o jogo focando em objetivos e escolhendo batalhas que fossem positivas ao time. 

Time da G2 comemora vitória na estréia contra Mad Lions. Créditos: Michael Konkol/Riot Games

Deu certo, pois os samurais conseguiram pressionar os leões e conseguiram destruir as torres primeiro, e também tiveram uma vantagem nos dragões. Inclusive, em uma batalha para ter o Dragão Infernal, as duas equipes tiveram uma team fight em que os samurais se saíram melhor. A partir dessa vantagem, a G2, atual campeã da LEC e do MSI, manteve o controle do jogo.

SK Gaming vs Vitality

Após a primeira virada do dia, SK Gaming e Vitality se enfrentaram, em uma partida muito equilibrada do começo ao fim. No início os abates ficaram empatados por um bom tempo, até mesmo na quantidade de dragões. A SK tinha uma pequena vantagem no meio do jogo com mais torres derrubadas, mas logo em seguida a Vitality conseguiu o seu primeiro Barão. 

O buff do Barão permitiu a Vitality pressionar mais a SK, que se segurou bem e manteve o jogo equilibrado, a ponto de ganharem também a qualquer momento. E foi o que aconteceu. Mesmo a Vitality possuindo o 2º Barão, o time não resistiu e foi derrotado em seu primeiro jogo da LEC. Ao contrário da partida anterior, o Aphelios da SK Gaming se saiu melhor, e vitorioso. 

Rogue vs Misfits Gaming

A 3ª partida foi diferente também das duas partidas anteriores, com a estréia de Rogue e Misfits. A Rogue manteve todo o controle do jogo, fazendo o first blood e os objetivos principais, como barricadas e dragões. Certamente esse foi o jogo mais tranquilo e com domínio total de uma única equipe.

O diferencial aqui foi a pick de Irelia, que ainda é uma campeã muito forte no topo do mapa e consegue carregar bem o time. 

As duas últimas partidas do dia 

O dia acabou com as partidas entre Shalke 04 vs Excel Esports (XL), e Fnatic vs Origen. A primeira delas foi um grande jogo, nível MSI e Worlds. Shalke 04 era a favorita de início e começou de fato melhor, fazendo first blood. Mas, mesmo assim nada da partida demonstrou que seria um jogo fácil. 

Schalke 04 vs Excel Esports

O time da Schalke era extremamente explosivo, com a iniciação de Ornn com sua ultimate, Cassiopeia com um dano muito alto e velocidade de ataque fora do comum. E o time não tinha essas duas armas apenas, mas também Jarvan IV, Xayah e Nautilus. Ainda no início do jogo a Cassiopeia conseguiu uma triple kill, e já era uma verdadeira ameaça para a Excel. 

E de fato o jogo foi muito difícil para a XL. Eles tinham que pensar em toda jogada e o que podiam fazer para parar a ultimate do Ornn e a Cassiopeia, que conseguia matar todos com facilidade. A XL conseguiu o primeiro dragão e a Schalke o Arauto. A partida ficou mais equilibrada até os 15 minutos.

E então tivemos a team fight contra o 1º Barão. Com 4 abates de cada lado, ambos os times desistiram do buff. No entanto, a Excel que iniciou o Barão e queria o buff. A Cassiopeia tirou tanto dano de Braum, Yasuo e Varus, que não deu para a XL manter o Barão e partiram para a team fight. 

Na segunda vez para matar o Barão,a XL novamente teve a iniciativa e tiveram uma grande oportunidade para ter esse buff. No entanto, com um Jarvan IV do outro lado, a possibilidade de roubar o Barão veio. Dito e feito. Nada de Barão para a XL, e sim dor de cabeça para enfrentar uma Schalke 04 com mais poder de dano. 

Já mais no fim do jogo, a vida da Excel Esports estava cada vez mais difícil. O jeito era ter uma team fight que se saíssem bem, para conseguir empurrar os objetivos do mapa e sair com a vitória. A luta demorou, mas chegou. Com um Ace da Excel já no late game, a equipe conseguiu tempo o bastante para quebrar a torre da base, o inibidor e as torres do Nexus.

Faltando poucos segundos para a equipe adversária reviver, Yasuo manteve os campeões na base inicial, evitando danos para o restante da equipe, que destruiu o Nexus. Primeira virada histórica da LEC 2020.

Fnatic vs Origen

E por fim tivemos a Fnatic contra a Origen, que foi um balde de água fria para quem é fã ou torcedor da Fnatic. A equipe simplesmente não conseguiu fazer nada construtivo na partida e apenas tentaram segurar a Origen. A Fnatic até tentou enfrentar a equipe adversária e tentar vantagens em objetivos, mas nenhum planejamento teve sucesso. 

Time da Origen comemora vitória contra a Fnatic, uma das equipes mais perigosas do campeonato. Créditos: Michael Konkol/Riot Games

A Origen apenas comandou cada momento e teve o cuidado para não dar chances para a Fnatic virar a partida. Qualquer team fight mais perigosa, os jogadores usavam Ampulheta de Zonya, davam flash ou uma habilidade de esquiva, como a Leblanc, que é bem sorrateira. 

No fim, os fanáticos conseguiram apenas 2 abates a partida inteira, sendo considerados a decepção da noite. Ainda assim, nada está perdido, pois o campeonato começou agora. Amanhã, sábado, outras partidas começam a partir da 13h do horário de Brasília. 

Deixe seu comentário