VCB: “Vai ser um jogo difícil”, conta Gatti sobre duelo contra Team Vikings

spot_imgspot_imgspot_img

A Vorax garantiu seu primeiro triunfo na estreia da fase 1 da 2ª etapa do VALORANT Challengers Tour ao vencer a Slick por 14 a 12 neste último sábado (27). Assim, Rodrigo “Gatti” Gatti, treinador da equipe, conversou com os jornalistas durante a coletiva de imprensa.

+ VCB: “Iríamos utilizar a semana para mudar um pouco do nosso repertório”, contou faithz0r
+ VCB: Com surpresas e seis times que estiveram no Masters, participantes da 1ª fase são definidos

Quando perguntado sobre a escolha unânime da Icebox nos quatro jogos do dia, Gatti considerou o fato bastante atípico, pois os times não treinam muito no mapa.

“Eu acho que, na minha opinião, hoje foi um dia bastante atípico. A gente nunca vai achar um cenário onde os quatro jogos do dia terão a mesma map pool, ainda mais a Icebox, onde ainda não vemos muitos times treinando. Acredito que, para a sequência da temporada, todos os times precisam treinar mais este mapa. Não estávamos esperando que eles [Slick] fossem escolher, pois era um veto deles”, contou o treinador da Vorax.

Em relação ao duelo contra a Slick, Gatti o considera um clássico e destaca a qualidade do elenco adversário.

“É uma magia. Eu tinha postado ontem no Twitter, quando saiu o anúncio de que, Palmeiras e Corinthians, Barcelona e Real Madrid são jogos que simplesmente tem magia. E a gente encaixa da mesma maneira como eles. Temos um time muito bem capacitado do outro lado, e também temos talentos impressionantes que se adaptam tão bem”, revelou.

Além disso, o treinador também fez questão de elogiar individualmente cada jogador e afirmar que o quinteto está em um excelente crescimento.

“Tanto aspas, que foi top 1 da ranqueada, quanto o BLD, campeão de outros jogos, o Dimas, o ntk, destaque do time, não tinha nenhum cara lá que podemos virar e falar que é um elo fraco. Eles jogam muito bem, estão crescendo cada vez mais e com certeza a Slick estará cada vez mais próxima dos melhores”, disse Gatti.

Perguntado a respeito da adição de um sexto jogador, o coach afirmou que o ideal seria ter cinco jogadores. Contudo, ele disse que, com o tempo, a equipe pode investir em um elenco secundário para ter mais possibilidades.

“Eu não sou a favor de ter um sexto jogador no elenco. No futebol, por exemplo, não temos apenas um substituto para atacante. Acho que, principalmente, para as classificações de agentes, não tem como cravar que teremos um trio flex, que sabe jogar 100% de Sova ou Jett. Iremos correr atrás disso com o tempo, se o nosso orçamento permitir que contratemos destaques. Mais do que tudo, [a ideia é que] possamos fazer crescer, como se fosse um academy”, contou.

Por fim, Gatti fala sobre o duelo contra a Team Vikings, na próxima semana. Para ele, embora seja um jogo difícil, a Vorax tem total capacidade de vencer o confronto.

“Vai ser um jogo difícil, bem mais do que foi contra a Slick. Querendo ou não, será um jogo contra os campeões do Masters. É um time que já mostramos capacidade de vencer. Sempre teremos essa capacidade, de enfrentá-los a altura”, finalizou.

O duelo entre Team Vikings e Vorax será no próximo sábado (3), com transmissão nos canais oficiais do VALORANT Brasil no YouTube e na Twitch.

spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimas notícias