CS:GO: Áudio em que jogadores norte-americanos manipulam resultados é vazado

spot_imgspot_imgspot_img

O site Dust2.us obteve acesso a um áudio em que ex-membros da Rebirth combinam resultados em partidas da ESEA MDL. Na gravação, os jogadores retchy, 4pack e nosraC discutem sobre a equipe entregar jogos para Incognito e Russian Canadians pela temporada 35 da liga.

“Seria suspeito se você [4pack] jogasse contra a Incognito o jogo todo, mas se você entrasse na metade, pareceria real. Ou nem na metade, no meio do jogo enquanto está rolando, você só entra e fala ‘minha internet voltou’. A gente tira o shrek do servidor e vai parecer normal”, diz retchy, na época IGL da Rebirth.

4pack no entanto, reluta e diz que não entregará o jogo em questão. Em seguida, ele ainda reclama da falta de transparência do capitão: “O fato de você não ter falado nada sobre o jogo da Russian Canadians é muito zoado. Eu estava falando ontem sobre ganharmos uma partida para jogarmos contra a Mythic nos playoffs e você não disse nada. Hoje, você chega no TeamSpeak e fala ‘é, teremos que perder esse jogo’. Como assim? O que você quer dizer?”.

Retchy então responde que a equipe estava planejando há quase uma semana entregar o jogo para a Russian Canadians: “Estamos planejando perder este jogo há cinco dias. É o que faz mais sentido de todos os jogos da MDL. Eles precisam dessa vitória, nós não precisamos da vitória, e com o IGL deles no radar e você [4pack] fora do servidor, vai parecer real”.

Radar, que retchy se refere, é uma prática bastante comum entre manipuladores de resultados, que consiste em compartilhar o radar do time via stream com algum jogador da equipe adversária. Assim, as calls de rotação e defesa podem ser feitas de maneira mais natural.

Neste momento da conversa, nosraC interfere e questiona se vek, então IGL da Russian Canadians, concordaria com o esquema. Retchy, porém, afirma que o capitão adversário já tinha dado aval, pois seria beneficiado com apostas feitas em sites de criptomoeda.

“Ele [vek] concorda com o radar, com a condição que eu permita que ele use dois sites [de apostas] de Bitcoin. Dividirei os lucros desses dois sites [com ele]”, conta o ex-IGL da Rebirth.

A gravação continua com 4pack reafirmando que não vai entregar o jogo para Incognito, mas que para ele tanto faz o que o capitão decidir sobre a Russian Canadians.

O mais curioso de tudo é que apesar de toda a discussão, a partida em questão foi um WO para a Rebirth. E no jogo contra a Incognito, a equipe venceu facilmente por 16 a 7 na Overpass.

Os casos de manipulação de resultados no cenário norte-americano já haviam sido revelados pelo comissário da ESIC, Ian Smith, em entrevista ao YouTuber Slash32. Na ocasião, Smith ainda contou que as investigações estão tendo a ajuda do FBI.

Mais recentemente, a Riot Games também passou a investigar jogadores de CS:GO que migraram para o VALORANT e estavam envolvidos em esquemas de manipulação de resultados no FPS da Valve. 4pack, inclusive, pode ser um dos investigados, já que atualmente joga pela Team Underrated no game da Riot.

spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimas notícias