CS:GO: “Dinheiro não é o problema”, diz CEO da LG sobre contratar brasileiros

Durante uma transmissão, Steve Maida, fundador e CEO da Luminosity Gaming, foi surpreendido por brasileiros que foram até seu canal questionar sobre o “Last Dance”, apelidado dado à possível volta do quinteto de CS:GO multicampeão pela organização em 2016. Maida não fugiu dos questionamentos e respondeu aos fãs.

Primeiro, o fundador disse que cumpriu com sua promessa (veja matéria aqui) e fez a reunião com a diretoria da LG para debater sobre a volta do elenco brasileiro. “Eu tenho múltiplas conversas acontecendo no momento”, disse.

Entretanto, logo em seguida ele esfriou um pouco os ânimos dos torcedores brasileiros. “Mas pessoal, são só conversas, não tem nada decidido. Se acontecer, vão levar semanas, talvez um mês ou mais. É uma situação muito complexa”, afirmou.

Para Maida, o maior problema não é o dinheiro para trazer as estrelas brasileiras, mas sim a vontade deles de jogarem juntos. “Acho que o mais difícil de tudo é: será que os jogadores querem jogar juntos? Esse é o principal [problema]. Dinheiro não é o problema”, comentou o CEO.

Por fim, ele prometeu que irá tentar seu melhor, pois também que ver o quinteto campeão mundial reunido novamente. “Estou falando com alguns dos jogadores e das pessoas da minha empresa. Tentarei meu melhor, prometo”, concluiu Maida.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias