“Nossa comunidade não pode mais tolerar esse tipo de atitude”, diz Gaules sobre ameaças de fãs à Chaos

Em comunicado oficial, Gaules pediu desculpas pelos fatos que ocorreram após uma transmissão sua em que analisava a derrota da MIBR para a Chaos pelo cs_summit 6. Na ocasião, a equipe brasileira brasileira era favorita, mas perdeu para a norte-americana.

Entretanto, algumas jogadas dos americanos levantaram suspeitas por parte do público brasileiro, que acredita que a Chaos utilizou de trapaças para se beneficiar. Um dos jogadores da equipe norte-americana, leaf, de apenas 16 anos, foi bastante atacado pelos fãs brasileiros, recebendo inclusive ameaças de morte.

A repercussão do caso foi grande e levantou críticas de personalidades do cenário internacional, como foi o caso dos jornalistas Richard Lewis e DeKay e do profissional da Astralis device.

Diante da negativa causada, Gaules foi hoje (13) às redes sociais pedir desculpas pelos efeitos que sua transmissão ocasionou no cenário de CS:GO. Segundo o streamer, sua intenção era somente fazer uma análise da partida e não acusar nenhum time sem fundamentos. “Mesmo reforçando várias vezes que nem a organização, nem o jogador deveriam ser cobrados, algumas pessoas foram nas redes dos jogadores e falaram coisas que jamais podem ser ditas”, afirmou.

Gaules também reforçou que esse tipo de atitude não reflete os valores que deseja passar para a comunidade. “A partir do momento que ameaças físicas e violência passam a fazer parte do assunto, isso significa que devemos nos posicionar e mostrar que nossa comunidade não pode mais tolerar esse tipo de atitude”, disse.

Por fim, Gaules afirmou que a “tribo cuida tribo” e que esse mesmo sentimento de união deve valer para todo mundo. “A tribo cuida da tribo, e isso significa saber reconhecer os erros e jamais esquecer dos nosso valores. Por menos hate, mais amor e muitas boas partidas de CS:GO”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias