CS:GO: Guerri afirma que FURIA irá implementar um sexto jogador

Técnico da FURIA, Guerri afirmou por meio do Twitter que depois de “estudar a fundo o formato de seis ou mais jogadores”, ele e a organização decidiram por implementar o sistema no elenco. Assim, segundo o coach, nos próximos meses a equipe brasileira contará com um membro a mais em sua formação.

+ Vasco é campeão da Libertadores da FPL de PES 2020
+ CS:GO: The Clutch Force estreia Copa Vale com vitória

O sistema de seis jogadores começou como uma iniciativa da Astralis para preservar a saúde mental e física de seus membros. Hoje, o elenco dinamarquês conta com sete membros ao todo, que se revezam entre partidas e campeonatos.

Durante parte de 2020, a finlandesa ENCE também utilizou uma formação com seis players. Entretanto, com a dispensa de xseveN em agosto, a equipe voltou a ter apenas cinco membros.

Mais recentemente, Jonas Gundersen, chefe de operações da Ninjas in Pyjamas, ressaltou que a organização também vem pensando em implementar um sexto homem, após o AWPer nawwk ser afastado devido a problemas de saúde relacionados à exaustão.

“A competição em torno da cena tier 1 está atingindo novos picos e os requisitos para os jogadores estarem de prontidão o tempo todo continuam crescendo. Está se tornando cada vez mais óbvio que o sistema com o qual trabalhamos, de uma equipe consistir em apenas cinco jogadores simplesmente, não é suficiente. Isso permite muito pouco espaço para erros e coloca uma imensa pressão sobre os jogadores. Estamos pagando o preço por isso no curto prazo, tendo que preencher a vaga com THREAT, e é definitivamente algo que veremos como mitigar no futuro”, disse Gundersen.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias