CS:GO: MIBR resiste contra NaVi, mas estreia com derrota na BLAST Premier

Estreando pela BLAST Premier Spring 2021, a MIBR enfrentou nesta sexta-feira (12) o elenco da Natus Vincere em uma partida bastante complicada.

Além da equipe, o Brasil está sendo representado na competição pela Liquid, com FalleN, FaZe, com coldzera, e Evil Geniuses, do coach zews. A EG, inclusive, se classificou para a próxima fase ao vencer dois de seus quatro jogos no grupo B.

+Guia: Brasileiros brigam com gigantes no IEM Katowice 2021
+W7M Gaming organizará torneio universitário de CS:GO

Mirage: MIBR 11×16 NaVi

O elenco brasileiro começou sofrendo com as investidas da Natus Vincere, que levava a melhor nas trocações. Assim, o time do CIS garantiu uma larga vantagem inicial de 6-0. A MIBR garantiu seu primeiro ponto com uma entrada no bombsite B e isso ajudou a equipe a se encontrar na partida, pontuando três vezes em sequência.

Entretanto, a NAVI não dava trégua para os brasileiros. O time russo retomou o controle de mapa e voltou a fechar as entradas para a MIBR, que sofria para ganhar espaço. Com isso, a equipe brasileira perdeu rounds importantes para a sua economia.

Apesar de um revés no último round, a Natus Vincere fechou a primeira metade por 10-5 e veio forte para a troca de lados no mapa de escolha da MIBR.

De TR, a NaVi fez uma boa execução no bombsite A e garantiu o pistol round a seu favor, aumentando a vantagem para 11-5, o que complicou ainda mais a situação dos brasileiros no confronto. S1mple e companhia chegaram ao map point em 15-6, mas a MIBR não se entregou e passar a fazer um forte lado CT.

Apesar da reação, os russos conseguiram se reencontrar e fecharam a Mirage com o placar de 16-11.

Train: MIBR 16×7 NaVi

Já no segundo mapa, o começo foi bem diferente da Mirage. O time brasileiro soube se impor na partida e fez bons rounds de CT, negando as entradas da NAVI e emplacando 6-0 no início de jogo. Contudo, os russos reagiram e diminuíram a vantagem brasileira para 8-7 ao final da primeira metade.

Na troca de lados, a MIBR veio forte com seu TR e dominou por completo a NAVI. Mesmo com as boas jogadas individuais de Boombl4, a equipe brasileira não se abalou e seguiu firme para fechar o mapa em 16-7, sem ceder um round sequer na segunda metade.

Dust 2: MIBR 6×16 NaVi

Fechando a série em Dust 2, a MIBR saiu na frente ao vencer o pistol e negar os forçados da NaVi, aplicando 5-0 no placar. Entretanto, o bom momento dos brasileiros logo se foi, pois os russos responderam à altura e fizeram uma sequência de 10 rounds, fechando a parcial em 10-5.

Na troca de lados, a MIBR perdeu o pistol e não se encontrou mais na partida. Dessa forma, a Natus Vincere continuou impondo seu ritmo até vencer a partida por 16-6.

Com a derrota, a MIBR terá mais um jogo pela frente, desta vez contra o perdedor de Liquid e FaZe, valendo sobrevivência na BLAST Premier. Caso perca, a equipe brasileira cairá para a repescagem. Todos os confrontos serão transmitidos pelo canal do Gaules, na Twitch.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui