Peacemaker acha desproporcional punição de Dead, e TACO responde: “Desproporcional foi ver tanto verme colocando ele na fogueira”

Peacemaker saiu hoje em defesa de Dead, ex-manager da MIBR. O treinador da MAD Lions disse que achou “desproporcional” a punição aplicada ao brasileiro por causa do uso de bug durante dois campeonatos quando comparada aos banimentos aplicados aos outros coaches.

“Acho totalmente desproporcional o ban do dead e na verdade o único ‘erro’ foi não ter quitado, porque nem uso eu achei quando comparado com os outros. Agora, pra mim, se for escancarado o uso do bug por coach e pela equipe é lifetime ban em geral, sem fofoca”, disse Peacemaker.

Entenda mais do caso:

Em resposta, TACO, também ex-integrante da MIBR, disse que “desproporcional foi ver tanto verme colocando ele na fogueira, porque sabe que mexer com a gente é igual a ter like, mas pro resto passam o pano”. Provavelmente, o rifler se refere aos analistas e comentaristas internacionais, que criticaram muito Dead ao longo da semana em que o caso foi exposto.

O caso mais emblemático é o de Richard Lewis, colunista do site Dexerto. Desafeto de longo tempo dos brasileiros, em um de seus últimos artigos ele citou o núcleo da equipe como “o mais petulante, ‘reclamão’ e delirante que o jogo já viu”.

Entretanto, logo em seguida, TACO defendeu a punição aplicada ao seu ex-companheiro de time e pediu para que o critério seja adotado com todos que forem pegos explorando a falha. “Quanto ao ban em si, de fato se errou tem que pagar, e o erro dele foi não ter desconectado antes, não importa por qual motivo. Mas, que seja usado esse critério pra todos os outros”, concluiu o jogador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias