Fortnite não deve retornar à loja da Apple tão cedo, afirma CEO da Epic

spot_imgspot_img

Apesar do processo judicial entre Apple e Epic ter se encerrado, Fortnite não deve retornar à App Store do iOS tão cedo. Isso porque, segundo Tim Sweeney, CEO da Epic, o jogo entrou para uma lista proibida (blacklist) da Apple.

Sweeney comentou que o battle royale deve ficar por lá até que os recursos de apelação feitos pela Epic se esgotem. O CEO prevê que todo este imbróglio na justiça pode levar até cinco anos para se encerrar.

O processo entre Epic e Apple chegou a uma decisão no início do mês, quando a juíza Yvonne Gonzalez-Rogers decidiu que a Apple deveria permitir opções de pagamento de terceiros, mas não cedendo às acusações da Epic de que a gigante de tecnologia estaria exercendo monopólio.

+ Fortnite: Flakes anuncia segunda edição da Flakes Power Cup
+ Fortnite: Epic lança conjunto de skins em parceria com Balenciaga

Além disso, outra decisão da juíza foi de que a Epic deve pagar US$ 3,5 milhões, mais 30% de qualquer receita adicional de Fortnite arrecadada no iOS até a data do julgamento. Com isso, as duas empresas acabaram saindo do processo derrotadas, mas com a possibilidade de abrirem novos recursos.

Você conhece a Cyber.bet?

A Cyber.bet é um dos maiores sites para apostas em esports do mundo e fechou uma parceria com o The Clutch para trazer aos nossos leitores uma super promoção. Qualquer depósito até R$ 600 receberá um bônus de 100%. Mais dinheiro, maiores os ganhos!

Gostou? Então clique aqui e receba seu bônus agora!

spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img