Após sete meses fora, Flamengo retorna ao Free Fire

Flamengo Medellin
Foto: Reprodução/Flamengo Esports

Fora do Free Fire nos últimos sete meses, o Flamengo retornará ao competitivo do battle royale em uma parceria de 12 meses com a Medellin Games. O objetivo do Rubro-Negro é voltar à Série A da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) ano que vem.

A Medellin é a organização que tem MC Guimarães como embaixador, e na parceria com o Flamengo, investirá R$ 250 mil para a contratação do elenco e estruturas física e humana, com profissionais variados.

Ao ge, o CEO da Medellin, Rafael “Patron” Mendes, afirmou que enxerga a aliança como “um grande marco no Free Fire”.

“Poderemos levar alegria aos torcedores do Flamengo novamente, que tanto desejavam esse retorno ao jogo”, disse Patron.

Essa não é a primeira vez que o Flamengo tem um parceiro no Free Fire. A primeira aparição do Rubro-Negro aconteceu junto da B4, em 2020. Juntos, os times disputaram a Série A da 3° edição da LBFF. A parceria, no entanto, durou apenas quatro meses.

O declínio do Flamengo no battle royale aconteceu em 2021, ano em que o time amargou dois rebaixamentos seguidos: o primeiro da Série A para a B na LBFF 4. Logo na sequência, o time caiu para a Série C, e no início deste ano, veio o anúncio da pausa no competitivo.

Já a Medellin não é um nome novo no cenário brasileiros. A tag já vem disputando a Série B há algum tempo e chegou a ser punida pela Garena por manipulação. A suspensão foi revogada em junho.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.