Free Fire: Fluxo revela que fac testou positivo para Covid-19 ao chegar em Singapura para o Mundial

Singapura é o país que sediará o primeiro dos dois mundiais de Free Fire programados para 2021. Ao chegar no país asiático para a disputa do FFWS, Felipe “fac” Bandeira testou positivo para Covid-19. A notícia foi dada pelo Fluxo nesta quinta-feira (13).

+ LOUD anuncia contratação de Lucca
+ Nova versão de Andrew será lançada no fim de maio
+ Mundial de Free Fire tem nova data para fase final

A revelação foi feita horas após a Garena vir a público comunicar que um jogador brasileiro foi diagnosticado com a doença, na quarta-feira (12)

Em nota, o Fluxo deixou claro que “fac está bem e já está totalmente livre do vírus”. Segundo a organização, “logo após a confirmação de seu teste, foi transferido para um hospital aprovado pelo Ministério da Saúde agora já retornou ao hotel, após seus exames recentes retornarem negativos”.

O Fluxo garantiu que fac “não sofreu com nenhum sintoma relacionado à Covid-19 e está muito bem” e, para a própria segurança do atleta, “todos os nossos integrantes que viajaram para Singapura foram transferidos para uma instação segura e aprovada pelo Ministério da Saúde, onde terão pronto atendimento caso surjam quaisquer sintomas”.

Outra equipe que estará no Mundial, LOUD também se pronunciou afirmando que nenhum dos jogadores foi diagnosticado com a doença.

O primeiro dos dois FFWS programados para 2021 começará a ser disputado no dia 22 deste mês pela fase play-in, a qual a LOUD estará presente. Já no dia 30 serão disputadas as fases finais, para as quais o Fluxo se classificou como campeão da LBFF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img