PUBG Mobile é banido da Índia por ser uma “ameaça à soberania e à integridade” do país

O Ministério de Eletrônicos e Tecnologia da Informação da Índia (MeitY) anunciou nesta semana o banimento de PUBG Mobile e Arena of Valor do país. De acordo com o órgão, os jogos são considerados uma “ameaça à soberania e à integridade” do país. Além deles, outros 116 aplicativos para dispositivos móveis também foram retirados do ar.

+ Logitech lança site que faz análise de desempenho no CS:GO
+ VALORANT: steel entra para o elenco da 100 Thieves

No entanto, uma das principais causas apontadas para o banimento do battle royale e do MOBA é em função da relação conflituosa entre Índia e China, de acordo com o site The Verge. Por meio de uma nota, o ministério afirmou que recebeu denúncias “de diversas fontes” contra os jogos.

De acordo com estas fontes, os aplicativos “roubam e transmitem dados de forma não autorizada para servidores localizados fora da Índia”. Contudo, uma curiosidade é que a versão de PUBG para PC, produto da sul-coreana PUBG Corporation, ainda está disponível para os jogadores.

Assim, com a proibição, PUBG Mobile e Arena of Valor já foram retirados da Google Play e da Play Store da Índia. Além dos jogos, outros aplicativos conhecidos como TikTok, Baidu e AliExpress também estão na lista de banidos do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias