Onda de trapaceiros cria alerta na comunidade de VALORANT

O mês de janeiro começou com diversas reclamações de jogadores sobre a presença de cheaters em VALORANT. As denúncias não são novidade em relação a aparição massiva de trapaceiros no jogo, e mesmo após atualizações mais recentes, a presença de cheaters ainda continua alertando a comunidade.

No dia 6 deste mês, RayKay, funcionário da Riot, se pronunciou no Reddit sobre melhorias no jogo e a vinda de banimentos. “Nunca iremos conseguir impedir todas as trapaças, mas queremos ter certeza de que isso não afetará seu progresso nas ranqueadas. Nossa equipe está procurando fazer muitas melhorias este ano com base no feedback que recebemos e nas duras lições que aprendemos no ano passado”, disse RayKay.

Foto: Reprodução / Reddit

Ainda assim, não houve nenhuma atualização sobre punições mais eficientes contra trapaceiros até o momento desta publicação. Dessa forma, a comunidade se mantém em alerta em relação a presença de cheaters nas partidas.

Os jogadores Kayke “Evilkyk” Arrais, da Imperial Esports, e Felipe “Francez” Pereira, ex-DETONA Gaming, falaram com exclusividade para o The Clutch sobre o caso que vivenciaram. Para Felipe, os jogadores profissionais têm como passatempo jogar partidas ranqueadas, e o aumento de trapaceiros tem afetado bastante a jogatina.

“Já que não temos plataformas igual no CS:GO, e com essa quantidade de cheaters que tem no momento, muitos pro players estão simplesmente largando as ranqueadas, porque acaba se tornando algo muito tiltante, fazendo a gente perder a vontade de jogar o jogo que amamos”, revelou o Francez.

Segundo Kayke, atitudes de trapaça impactam diretamente no trabalho dos jogadores profissionais. “Atrapalha não só a minha carreira, como também a de quem está tentando crescer no cenário. Além disso, a maioria dos torneios estão sendo online. Caso haja algum trapaceiro disputando, pode acabar influenciando nos resultados e afetar o sonho de alguém que joga justo”, contou o jogador.

“Atitudes de trapaça influenciam muito na comunidade e fazem com que as pessoas que estão nessa jornada de ser pro player desanimem. Eu ficaria muito frustrado se perdesse um campeonato pra um cara usando cheat”, completou.

Trapaças além de softwares: o ghost

Além de possíveis trapaceiros utilizando programas que trazem algum tipo de vantagem, recentemente houve casos de ‘ghost’ reportados pela comunidade, principalmente por grandes nomes do cenário.

Neste caso, o ‘ghost’ significa acompanhar a live de alguém que esteja jogando no time adversário com intuito de conseguir informações sobre a equipe inimiga. Um tipo de comportamento que afetam a comunidade de maneira muito negativa.

Eduardo “Coreano” Martins, que trabalha com streams há 3 anos, já foi vítima de ghost enquanto jogava VALORANT em seu canal na Twitch. Ele afirma que faz lives de VALORANT desde junho do ano passado e pontua sobre a comunidade do jogo.

“Dentro de uma comunidade com milhares de pessoas incríveis que passaram a acompanhar o meu trabalho, sempre vai existir uma minoria de jogadores mal intencionados, que irão buscar vantagens para conseguir alcançar uma vitória dentro do jogo”, contou Coreano.

Apesar dos episódios de ghost serem raros segundo Eduardo, passar por situações como essa, na qual ele considera um tipo de trapaça, atrapalha a gameplay e causa constrangimentos desnecessários tanto para ele quanto para os espectadores.

“O fato de fazer live sem delay e ter recebido mais ghost do que nunca ultimamente não é o pior. O que me desanima é o pensamento de que o erro está em não utilizar delay e não na pessoa ter uma índole fútil e estragar meu trabalho e diversão por uma vitória”, comentou o streamer.

Para Coreano, o sentimento é de amargura pelos acontecimentos. Além disso, há consequências negativas dessas atitudes a longo prazo, como um aumento nas derrotas em filas ranqueadas e até uma possível queda de ranque. O pior para ele, no entanto, é a impunidade.

“São raras as situações de pessoas que cometem ghost e deixam o áudio vazar como prova, mas o número de pessoas que fazem tal atitude na surdina e não são pegos é grotescamente assustador”, comentou.

2 COMENTÁRIOS

  1. sei q nao so ninguem mas mano desistir deste jogo ja to cansado de comecar a jogar um fps e ter xitados pessoas q utilizam trapacas e bugs namoral vo vender o pc e procurar outro lazer pq assim nao da mano

  2. sei q nao so ninguem mas mano desistir deste jogo ja to cansado de comecar a jogar um fps e ter xitados pessoas q utilizam trapacas e bugs namoral vo vender o pc e procurar outro lazer pq assim nao da mano

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias