VALORANT: Vikings vence Sharks e conquista a Etapa 2 do Challengers

A Team Vikings é a campeã da Etapa 2 do VALORANT Challengers Brasil (VCB) após um embate emocionante contra a Sharks Esports. A vitória veio por 3 a 1 na grande final da competição. As equipes já estavam classificadas para o Masters da Islândia e se enfrentaram pela definição dos seeds no primeiro torneio internacional da modalidade, que tem início em 24 de maio.

+ VCB 2: “Nem caiu a ficha direito”, conta sutecas após vaga no Masters

Em Ascent, mapa da Team Vikings, o embate foi bastante equilibrado e fechou a primeira metade com um 7 a 5 para a Vikings. Na virada de lado, a equipe conseguiu garantir os dois primeiros pontos do lado defensor, mas acabou sofrendo a virada graças às boas atuações de Winicius “Light” César em situações de clutch, terminando assim a Ascent com um 10 a 13 e a primeira vitória da Sharks na decisão.

Na Haven, escolha dos tubarões, a Vikings foi quem ditou as rédeas do jogo do início ao fim. Mesmo com dois rounds de retake muito bem trabalhados por Wallacy “prozin” Sales, da Sharks, isso não foi o suficiente para evitar o atropelo adversário, que fechou o mapa com 13 a 2 e empatou a decisão do Challengers.

Pela Bind, outra escolha da Vikings, o equilíbrio do primeiro mapa da série voltou, Ascent, com a equipe fechando novamente a primeira metade com um 7 a 5. Apesar da Sharks se mostrar bem forte jogando no lado atacante, a ponto de liderar o placar e quase clamar vitória, a Vikings não deixou os tubarões gostarem do jogo e com um placar de 13 a 11, garantiu seu segundo ponto na série.

Em Icebox, segundo mapa escolhido pela Sharks, a Vikings realizou bons ataques contra os tubarões, fechando a primeira metade com um 8 a 4. Na virada de lado, a equipe se manteve constante jogando no lado defensivo e pelo placar de 13 a 9, garantiu o bicampeonato no VALORANT Challengers Brasil.

Além do título da Etapa 2 do Challengers, a equipe faturou R$ 60 mil e o seed 1 da região no Masters da Islândia, enquanto a Sharks levou para casa R$ 40 mil. Vale lembrar que os tubarões também estão classificados para o primeiro internacional na história do VALORANT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img