Franquia de Call of Duty pode não receber título novo ano que vem, afirma site

Foto: Reprodução/Activision

Segundo reportagem do site Bloomberg, o Call of Duty previsto para ser lançado em 2023, que está sendo desenvolvido pela Treyarch, será adiado para 2024. A franquia de jogos de tiro, que começou em 2003, vem lançando jogos todos os anos desde 2005. Assim, caso o adiamento seja confirmado, isso fará com que seja a primeira vez em quase 20 anos que Call of Duty não lança um título novo dentro de um ano.

+ 2ª temporada de CoD: Warzone e Vanguard traz operador brasileiro
+ Activision bane quase 50 mil em CoD: Vanguard e Warzone por trapaça

Segundo a matéria, a Activision está trabalhando para suprir o espaço em branco com conteúdos adicionais ao Call of Duty que será lançado este ano, que é desenvolvido pela Infinity Ward e aparenta ser a sequência do Modern Warfare, lançado em 2019. Junto disso, a empresa está trabalhando em um novo jogo online grátis que será lançado no próximo ano, onde a Treyarch também está auxiliando no projeto.

Call of Duty: Vanguard, lançado em 2021, não atendeu às expectativas de venda da Activision, o que aparenta ser o principal motivo para pensarem em adiar da edição de 2023 da franquia.

Ainda na matéria, é citado que a Microsoft, que adquiriu a Activision por US$ 69 bilhões, não teve nenhuma influência nas escolhas, já que como a compra ainda não foi efetivada. Portnato, a gigante de tecnologia ainda não pode fazer parte das decisões da Activision.

Apesar do rumor, a desenvolvedora se pronunciou à reportagem, negando que haverá um adiamento. “Temos uma lista empolgante de experiências Call of Duty premium e free-to-play para este ano, o próximo e além. Relatos de qualquer outra coisa estão incorretos. Procuramos compartilhar mais detalhes no momento certo”, disse.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.