CS2: Jaime não descarta mudanças na FURIA: “Ficar parado não é opção”

FURIA no PGL Major Copenhagen
Foto: Stephanie Lindgren/PGL

CEO da FURIA, Jaime Padua comentou sobre a eliminação frustrante da FURIA no PGL CS2 Major Copenhagen. A equipe conseguiu passar da primeira fase no sufoco, após começar com duas derrotas, mas não resistiu ao Elimination Stage e se despediu da etapa principal sem vitórias.

“Nossa campanha foi bem abaixo do esperado e ninguém está feliz com isso aqui dentro”, disse o executivo no X (antigo Twitter).

anúncio betboomanúncio betboom

Ele complementou afirmando que a organização não descarta mudanças no elenco e que irão analisar o mercado de transferências pós-Major.

“Vamos seguir avaliando todas as possibilidades de mudança que estejam dentro da viabilidade do mercado e das janelas de transferências assim como fizemos em momentos passados. Ficar parado não é uma opção”, escreveu Jaime.

Recentemente, Jean “mch” Michel comentou em live que a FURIA é um dos piores times vetando mapas, e que isso é uma das causas da equipe não conseguir vitórias. Vale ressaltar que o elenco não conseguiu nenhuma vitória em jogos melhor de um (MD1) durante todo o Major.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online