CS:GO: Apoka e Guerri são desbanidos pela Valve

Guerri
Foto: Divulgação/FURIA

Dois dos treinadores brasileiros banidos no polêmico “bug do coach”, Alessandro “Apoka” Marcucci e Nicholas “guerri” Nogueira tiveram as suspensões retiradas pela Valve. Isso significa que os dois poderão voltar a participar dos Majors e dos torneios Regional Major Ranking (RMR). A novidade foi revelada pela dupla nesta quarta-feira (1) em transmissão ao vivo no Gaules.

Os banimentos de Apoka e guerri aconteceram na primeira leva de suspensões do “bug do coach”, em setembro de 2020, emitida pela Comissão de Integridade nos Esports (ESIC na sigla em inglês).

anúncio betboomanúncio betboom

Após ter a pena reduzida em 85%, Apoka ficou apenas 5,4 meses em suspensão. Entretanto, a Valve ignorou as deduções da comissão e tirou o ex-coach de Luminosity e BOOM dos eventos oficiais por tempo indeterminado.

Já guerri teve inicialmente uma pena de 4 meses pela ESIC, mas só poderia retornar aos Majors e RMR na primeira edição de 2024 dos torneios. Porém, tudo mudou esta semana.

+ FURIA bate Imperial em clássico brasileiro pela ESL Pro League 17
+ CS:GO: compradores da AWP Doodle Lore estão sendo reembolsados
+ CS:GO: fer substituiria TACO na 00 Nation para a ESL Pro League

Após a vitória sobre a Imperial pela fase de grupos da ESL Pro League Season 17, guerri falou na transmissão da ESL sobre o fim da suspensão: “A Valve reviu o meu banimento e eu estou livre. Foi uma injustiça muito grande comigo e eu sofri muito por causa disso. Estou muito feliz em poder voltar onde eu pertenço”.

Também na stream, após a transmissão do mesmo jogo, Apoka explicou que ele e Guerri receberam um email da Valve falando que estavam liberados.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online