Brasil em Cena: jogadores da BK rescindem contrato, queda da GCore e pava anuncia aposentadoria

spot_imgspot_imgspot_img

O Brasil em Cena dessa semana traz um resumo dos acontecimentos mais importantes da primeira quinzena de novembro do cenário de CS:GO nacional. Nesta edição, destacamos a separação da lineup de rafa, lukzera, ryotzz e tifa da sua organização, a Bootkamp, o final de uma relevante competição disputada entre 16 das melhores equipes do país, o rebaixamento de uma da Gorilla Core, em atuação nos Estados Unidos, e a aposentadoria de um dos jogadores mais importantes do começo da modalidade em nosso país.

Lineup deixa Bootkamp após título da Experience League

Nesta sexta-feira, dia 18/11, a lineup recém contratada pela Bootkamp Gaming anunciou sua separação com a organização. Após quase um mês na BK, lukzera divulgou o aparecimento de uma “nova oportunidade” no momento em que eles “precisavam de algo mais completo”, em vídeo feito para explicar a rescisão da equipe. A expectativa é que os quatro jogadores se juntem a YJ nos Estados Unidos e já tenham outra organização encaminhando suas contratações.

A Experience League foi um campeonato organizado pela Exsport EventosBlack Fyre, organizadoras de eventos de eSports. A lineup masculina da Bootkamp Gaming, em sua última disputa pela organização, foi quem levou o título para casa. O torneio foi realizado com 15 equipes masculinas e a Bootkamp feminina na disputa, em formato de mata-mata online (com a final presencial).

As equipes que chegaram à final foram a Furia eSports e a INTZ. Porém, com um conflito de agenda e investimento, a INTZ decidiu não jogar a partida decisiva, em prol de disputar o Challenge of the Gods, no final do mês. Para o seu lugar, duas equipes que foram eliminadas na semifinal disputaram a vaga: Bootkamp e En9my. Com uma vitória por 2 a 0, a BK enfrentou a Furia novamente, assim como na rodada anterior.

Em Vitória, no Espírito Santo, Furia e Bootkamp disputaram o título e R$ 10 mil. Dando o troco, a equipe de rafa, YJ, luk, tifa e ryotz venceu a competição. Pelo vice, a equipe da Furia levou R$ 5 mil e a En9my e a INTZ ficaram com R$ 2,5 mil cada.

BK leva o título da Experience League (Foto: Reprodução/Facebook)

Gorilla Core é rebaixada para ESEA Main

Disputando poucas competições e em má fase, a Gorilla Core chegava à reta final da ESEA Premier, a segunda divisão da ESL Pro League, principal conjunto de ligas para equipes semi-profissionais na América do Norte. Com 1 vitória e 7 derrotas, o AWPer cogu anunciou sua saída da equipe.

Após duas rodadas jogando do Brasil em servidores americanos, fP1 chegaria aos Estados Unidos com a missão de ajudar a equipe, agora com 9 reveses, a vencer os últimos seis jogos e seguirem vivos na competição.

Na mesma semana, a Weekend Warriors anunciou disband, dando preciosos pontos do seu jogo contra a GCore para os brasileiros, que chegariam a sua segunda vitória na competição. Em sequência, a equipe venceu a Mostly Harmless, também numa fase ruim, na Overpass.

Nas semanas seguintes, eles venceriam a Naventic, ex-Morior Invictus, e a Ghost Academy na Mirage, chegando à última partida com 6 vitórias e 9 derrotas e tendo que vencer para permanecer na divisão. Infelizmente a ex-Denial apareceu muito bem preparada e conquistou a vitória na Overpass por 16 a 3, sem dar chance alguma para os brasileiros.

A equipe também foi eliminada nos playoffs da CEVO Main, primeira divisão dos campeonatos da CEVO, ao enfrentar a Team Hyper, numa melhor de três mapas.

Agora a GCore disputará a ESEA Main Season 27, com o objetivo de terminar a competição entre os quatro primeiros e voltar à Premier na temporada seguinte.

Aposentadoria do pava

pava t1
pava deixa a carreira de pro player para virar streamer (Foto: Divulgação/Facebook)

Aos 31 anos, o brasileiro Rafael “pava” Pavanelli anunciou sua aposentadoria. No banco de reservas e sem jogar na Team One desde outubro, o jogador, semanas atrás, em publicação no Facebook, divulgou que deixaria o cargo de profissional de CS:GO e passaria a ser streamer, ainda representando a organização brasileira.

Gostaria de anunciar que depois de muito tempo e bastante dedicação, tomei talvez a decisão mais difícil da minha vida. (…) Ao mesmo momento que foi uma decisão difícil, não posso considerar uma escolha triste, mas sim uma renovação.

O atleta começou sua carreira jogando CS 1.6 pela Revoltz. Em 2003, juntou-se à lendária mibr, acompanhado de KIKO, Corassa, Pred e eduzin. Um de seus primeiros campeonatos com a equipe foi a CPL Winter, onde jogou contra os melhores times do mundo, em Dallas. O mibr terminou a competiçãoem 6º lugar.

Após muitas conquistas, o jogador deixou o CS em 2006. Já pelo CS:GO, ele integrou as equipes de Santos Dexterity, G3nerationX e Team One, onde atuou apenas em cenário nacional.

spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimas notícias