CS:GO: Após eliminação na BLAST, CEO da EG promete mudanças

Foto: João Ferreira/PGL

A derrota da Evil Geniuses para a GODSENT, no confronto disputado nesta quarta-feira (27) pela BLAST Premier Showdown das Américas, reverberou negativamente na organização. Após a eliminação da equipe, Nicole LaPointe, CEO da organização, revelou que o time sofrerá mudanças.

“Final decepcionante para o Counter-Strike: Global Offensive hoje. Peço desculpas a todos os fãs. Não somos complacentes com esses resultados e estamos comprometidos a fazer mudanças para melhorar. Obrigado pelo apoio contínuo”, afirmou LaPointe.

Para o início da temporada 2022, o elenco passou por uma grande reformulação, com a chegada do trio campeão de Major Timothy “autimatic” Ta, William “RUSH” Wierzba e Jacky “Stewie2K” Yip, além do treinador francês Damien “maLeK” Marcel, ex-G2. Do antigo time que disputou os torneios em 2021, apenas Vincent “Brehze” Cayonte e Tsvetelin “CeRq” Dimitrov permaneceram.

As alterações, entretanto, parecem não ter surtido muito efeito. Isso porque a organização possui uma taxa de vitória de apenas 34,8% nos últimos três meses. Dos 44 mapas disputados no período, venceu apenas 16. Quando o duelo foi definido em melhor de três (MD3) o retrospecto é ainda pior: 4 vitórias em 15 partidas.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.