Copenhagen Flames declara falência e encerra operações

Copenhagen Flames
Foto: Reprodução/WePlay Esports

A Copenhagen Flames declarou nesta segunda-feira (1) falência e encerrou suas operações. Algoz da Imperial no PGL Major Antwerp de CS:GO em 2022, a organização dinamarquesa emitiu uma nota onde afirma que fez todos os esforços para evitar a bancarrota e seguir operando normalmente, mas sem sucesso.

Assinado pelo CEO da Copenhagen Flames, Steffen Thomsen, o comunicado revela que a organização trabalhou nos últimos seis meses para tentar reverter a situação. No entanto, o resultado não foi dos melhores, levando a marca à falência.

“Revisei nossas decisões nos últimos anos e luto para identificar exatamente o que fizemos de errado. Após nossa participação no Major em 2021 e 2022, nosso clube teve um grande momento e sentimos que finalmente estávamos em um lugar onde não precisávamos temer por nossa estabilidade financeira e onde até tivemos que recusar trabalho porque simplesmente tínhamos muitas pendências”, disse o dirigente.

“O verão de 2022 foi provavelmente a primeira vez em sete anos desde a nossa fundação em que não nos preocupamos constantemente com questões financeiras. Antes disso, tinha sido uma preocupação constante, um desafio e um fator motivacional. Sempre estivemos no limite, porque investimos continuamente o dinheiro que ganhamos de volta no negócio”, complementou em seguida.

Thomsen ainda destacou que grande parte dos resultados financeiros negativos se devem à crise financeira global, obrigando a organização a reduzir gastos em alguns setores, como o marketing. Ele também citou que as duas quedas no Major foram o estopim para a crise na Copenhagen Flames.

“Perder os dois últimos Majors nos prejudicou, assim como estabelecemos a meta de ir a pelo menos um Major a cada ano, para garantir receitas, mas também para o reconhecimento da marca, exposição, vendas de jogadores e ganhos de seguidores em todas as plataformas de mídia social. E sabíamos do risco desta abordagem. Não se pode contar com resultados no esporte e sempre procuramos construir um clube que fosse independente do rendimento esportivo. Contudo, para chegar a esse estágio, você precisa de uma base sólida, construída a partir do sucesso esportivo, pelo menos até certo ponto. Tentamos atingir esse objetivo criando diferentes fluxos de receita, como organização de torneios, uma academia de talentos com alunos pagantes, eventos de formação de equipes para empresas, bootcamps para alunos, venda de produção de mídia e muito mais”, contou.

“Queríamos construir um negócio sólido. Um clube que não dependia do dinheiro de ninguém. Sempre foi nosso objetivo mais importante e nossa missão. Conseguimos até certo ponto quando entregamos nosso primeiro resultado financeiro anual positivo em 2021, mas infelizmente não durou”, lamentou por fim o CEO.

Ao longo da história, a Copenhagen Flames teve times de Overwatch, PUBG, League of Legends e Rocket League. Contudo, mais recentemente, apenas o time de CS:GO estava ativo.

Inclusive, a equipe do FPS da Valve chegou a ficar entre as dez melhores equipes do mundo em 2021, quando atingiu a nona colocação no ranking da HLTV em novembro. A organização, no entanto, nunca conseguiu títulos expressivos na modalidade, sendo sua melhor conquista o top 8 no PGL Major Antwerp.

copenhagen flames falência
Line da Copenhagen Flames durante o PGL Major Antwerp (Foto: João Ferreira/PGL)

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online