CS:GO: DETONA se retira do CBCS após denúncia de VAC ban

A equipe de CS:GO da DETONA anunciou neste sábado (24) que está se retirando do CBCS Elite League Season 1 após receber a denúncia de que o jogador Kaue ”kauez” Kaschuk conta com um VAC ban na conta. Com a decisão, foi decretado que todos os adversários da DETONA recebessem vitória automática por W.O.

+ CS:GO: Transferência para NiP inflaciona adesivos de device
+ Fortnite: Classificatório para a FNCS registra queda de 40% no número de participantes

Em um comunicado emitido pelos Pitbulls, eles informaram que kauez foi banido em 2018 por skin changer. Entretanto, ressaltaram que farão uma investigação interna para apurar a denúncia contra o jogador. Dono da organização, André “tiburci0” Rossetto revelou que o jogador foi movido para o banco de reservas.

“Considerando o VAC ban constante na suposta conta do jogador, a ética com que a DETONA gerencia sua instituição e os entendimentos da Valve acerca da utilização deste artifício. Optamos por instaurar um procedimento interno rígido de investigação”, disse a organização.

A DETONA é a segunda equipe que deixa o CBCS, torneio que faz parte do Regional Major Ranking (RMR), por denúncias de que jogadores com VAC ban na conta estariam participando da competição. Nesta semana, a Bears também optou por desistir da competição.

A desistência mudou o cronograma da competição. Isso porque a DETONA havia vencido a INTZ no duelo desta sexta-feira (23), fazendo os Pitbulls enfrentarem o MIBR. Entretanto, a mudança alterou o adversário do elenco de Ricardo “boltz” Prass, que agora enfrentará os Intrépidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img