CS:GO: flusha vai para o banco da Fnatic

O veterano Robin “⁠flusha⁠” Rönnquist não fará mais parte da equipe de CS:GO da Fnatic, segundo o que foi anunciado nesta sexta-feira (08) pela equipe.

+Executivo da IGC cita “diferença de R$ 3,7 milhões” por ano em negociação com o MIBR
+CS:GO: Dragon Lore é vendida por mais de R$ 800 mil

Robin fez parte da organização por muitos anos, mas em diferentes épocas. O jogador esteve no time na era de ouro, entre 2013 e 2016, antes de sair para a GODSENT, onde ficou pouco tempo até voltar em 2017.

Em setembro de 2018, flusha se juntou à Cloud9, mas não obteve sucesso e após uma longa pausa em sua carreira, voltou em setembro de 2019 para integrar o elenco novamente. Ele esteve presente na equipe por quase 2 anos, contudo, alterações no time e problemas internos acabaram pesando no elenco sueco, que só obteve 1 título importante, a DreamHack Masters Malmö 2019.

Depois de um 2020 desastroso, a equipe decidiu fazer alterações e assim colocar flusha na lista de transferências da organização. Para seu lugar, uma apuração da DBLTAP apontou a contratação de Jack “⁠Jackinho⁠” Ström Mattsson, um jovem sueco de 21 anos que atua por equipes menores do cenário europeu.

A mesma matéria também fala sobre uma possível equipe formada por flusha, Autimatic e suNny, com os dois últimos nomes ainda sendo uma incógnita.

Com a saída de flusha, o elenco fica com a seguinte formação:

  • Jesper “⁠JW⁠” Wecksell
  • Freddy “⁠KRIMZ⁠” Johansson
  • Ludvig “⁠Brollan⁠” Brolin
  • Maikil “⁠Golden⁠” Selim
  • Andreas “⁠Samuelsson⁠” Samuelsson (coach)
  • Robin “⁠flusha⁠” Rönnquist (lista de transferências)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias