CS:GO: FURIA perde para Gambit e terá caminho mais difícil na ESL Pro League 13

Nesta quarta-feira (24), a FURIA enfrentou a Gambit valendo a liderança do grupo C da ESL Pro League 13. Em uma MD3 digna do que estava em disputa, os russos levaram melhor sobre o time do IGL Andrei ‘arT’ Piovezan, 2-1.

+CS:GO: Jogadores reclamam de bug na sensibilidade; veja possíveis soluções
+CS:GO: Após revés para NAVI, Apoka diz que MIBR está “tentando evoluir para o meta da Europa”

Mapa granadeiro

A Vertigo começou com um lance incrível logo no pistol. Jogando de TR, a FURIA encaixou uma HE dupla que eliminou dois adversários de uma vez e ajudou na vitória no round. Só que logo em seguida a Gambit ganhou o forçado, trazendo equilíbrio para o jogo.

Quando o placar mostrava 6-3 para a FURIA, os russos pontuaram seis vezes seguidas ganharam a metade por 9-6. Na troca de lados, foi a vez da Gambit reproduzir a jogada com as granadas no pistol. Jogando um lado terrorista melhor que o brasileiro, a equipe do AWper Dmitry ‘sh1ro’ Sokolov dominou a segunda metade e fechou o mapa por 16-8.

Virada furiosa

Na Inferno, mais uma vez a FURIA começou no lado ofensivo. Depois de perder o pistol, os brasileiros encaixaram o primeiro armado. Contudo, a Gambit passou a dominar a partida, abrindo 9-3. Somente no final da metade, os furiosos voltaram a equilibrar o jogo, diminuindo a vantagem para 9-6.

Quando passou para o CT, a FURIA – mesmo vencendo o primeiro armado – viu o adversário abrir 13-7. Entretanto, o time brasileiro não se deixou abalar e, com nove pontos em sequência, virou o mapa para 16-13.

Mirage da frustração

A disputa pela liderança foi decidida na Mirage, onde a FURIA finalmente começou de CT. Talvez fosse melhor que tivessem continuado de TR. O começo de mapa foi totalmente desfavorável para o Brasil, que saiu atrás por 9-1. Só que a FURIA mostrou resiliência e fez os cinco últimos pontos, diminuindo o prejuízo para 9-6.

Na última metade, os brasileiros venceram o pistol e trouxe mais esperança. Só que logo em seguida, a FURIA perdeu o forçado, o que acabou desanimando a equipe. No final, vitória da Gambit por 16-9.

Outros resultados e próxima fase

Completando o último dia de partidas do grupo, outros brasileiros também entraram no servidor hoje, no mesmo horário. O MIBR encarou a Cloud9, algoz da FURIA, e vingou a derrota dos seus conterrâneos (19-17 na Vertigo; 16-14 na Overpass). Já a Team oNe jogou contra a forte NAVI e foi derrotada (8-16 na Train; 14-16 na Nuke). As equipes do Brasil não tinham mais chance de classificação.

Com os resultados, a Gambit fica no topo do grupo C e avança para o play-in (que garante vaga direta no top 6 do torneio). As outras equipes a se classificarem, FURIA e NAVI, vão para os play-offs e terão que percorrer um caminho mais longo para tentarem chegar na grande final.

Confira a classificação completa, clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img