CS:GO: ESL veta participação de Gambit e Virtus.pro na Pro League

ESL Pro League
Foto: Divulgação/ESL

A ESL comunicou nesta quarta-feira (2) em seu site que as organizações Gambit e Virtus.pro não poderão participar da próxima ESL Pro League, marcada para começar no dia 9 de março. O motivo é que elas suspostamente têm ligações com o governo russo.

Entretanto, a organizadora disse que a proibição não é válida para os jogadores, mas apenas para as organizações. Dessa forma, os membros dessas equipes ainda poderão jogar a EPL, desde que utilizem um nome de time neutro, que não represente o seu país, organização ou algum patrocinador.

anúncio betboomanúncio betboom

“Reconhecemos que os jogadores não são cúmplices dessa situação e não achamos que seja do espírito dos esports impor sanções a indivíduos. Os jogadores de Gambit e Virtus.pro são, portanto, podem competir com um nome neutro, sem representar seu país, organização ou patrocinadores de suas equipes em suas roupas ou qualquer outra forma”, afirma o comunicado da ESL.

+ CS:GO: Partida RMR é interrompida após time ucraniano ouvir sirenes
+ CS:GO: s1mple doa mais de R$ 250 mil à Ucrânia

Além do anúncio do veto, a empresa informou que decidiu suspender todas as competições na região das Comunidades dos Estados Indepdentes (CEI, ou CIS em inglês) em “respeito a situação” envolvendo a Ucrânia e a Rússia e que está trabalhando em ações para arrecadar doações para a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online