CS:GO: “Sou grato à Space Soldiers, mas eles são amadores”, diz MAJ3R

Hoje jogador da Turkei5, Engin “MAJ3R” Kupeli passa por um momento diferente na carreira do que o vivido há alguns anos. Sem sucesso em nenhuma das quatro tentativas para a ESL One Rio Major 2020 ou para a ESEA Season 33, o rifler possui na memória uma carreira com mais conquistas enquanto defendia a Space Soldiers.

Com participações em torneios como EPL, StarLadder e até mesmo em um Major, o jogador não teria o que reclamar do antigo time. Não teria. Em uma mensagem publicada no Twitter neste sábado (4), MAJ3R desabafou sobre a passagem pela organização, onde chegou a afirmar que “na verdade são amadores”.

Leia também:

“Eu sou grato à organização Space Soldiers e às pessoas, mas na verdade é que eles são amadores nos negócios do esport. Eles não têm ideia do quanto um time ganha ou como o esporte eletrônico funciona”, disse.

Para MAJ3R, o grande motivo da crítica é que, “na verdade, eles são uma empresa de roupas na Turquia e isso se reflete no contrato, onde ele protege a organização e não os jogadores”.

Sem tom de elogio

Apesar das duras críticas, não foi nesse tom que o rifler iniciou a publicação. Apesar de soar incoerente, MAJ3R chegou a afirmar que a Space Soldier é “a melhor organização que pode haver na Turquia com salários, gaming house e dinheiro para alimentação nos torneios”.

No entanto, o jogador parece ter feito apenas elogios para amaciar as críticas. Isso porque ele também criticou o tamanho do contrato (4 anos) e a porcentagem da premiação que ficava com a organização (50%).

“Eles nos ajudaram a crescer como time, mas depois de termos sucesso no Major, ESL Pro League e outros eventos, nós pedimos um aumento no salário, que era muito baixo, mas eles afirmaram que não encontraram nenhum patrocinador”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias