CS:GO: “Sou grato à Space Soldiers, mas eles são amadores”, diz MAJ3R

spot_imgspot_imgspot_img

Hoje jogador da Turkei5, Engin “MAJ3R” Kupeli passa por um momento diferente na carreira do que o vivido há alguns anos. Sem sucesso em nenhuma das quatro tentativas para a ESL One Rio Major 2020 ou para a ESEA Season 33, o rifler possui na memória uma carreira com mais conquistas enquanto defendia a Space Soldiers.

Com participações em torneios como EPL, StarLadder e até mesmo em um Major, o jogador não teria o que reclamar do antigo time. Não teria. Em uma mensagem publicada no Twitter neste sábado (4), MAJ3R desabafou sobre a passagem pela organização, onde chegou a afirmar que “na verdade são amadores”.

Leia também:

“Eu sou grato à organização Space Soldiers e às pessoas, mas na verdade é que eles são amadores nos negócios do esport. Eles não têm ideia do quanto um time ganha ou como o esporte eletrônico funciona”, disse.

Para MAJ3R, o grande motivo da crítica é que, “na verdade, eles são uma empresa de roupas na Turquia e isso se reflete no contrato, onde ele protege a organização e não os jogadores”.

Sem tom de elogio

Apesar das duras críticas, não foi nesse tom que o rifler iniciou a publicação. Apesar de soar incoerente, MAJ3R chegou a afirmar que a Space Soldier é “a melhor organização que pode haver na Turquia com salários, gaming house e dinheiro para alimentação nos torneios”.

No entanto, o jogador parece ter feito apenas elogios para amaciar as críticas. Isso porque ele também criticou o tamanho do contrato (4 anos) e a porcentagem da premiação que ficava com a organização (50%).

“Eles nos ajudaram a crescer como time, mas depois de termos sucesso no Major, ESL Pro League e outros eventos, nós pedimos um aumento no salário, que era muito baixo, mas eles afirmaram que não encontraram nenhum patrocinador”.

spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimas notícias