Mapa é criado no CS:GO para levar notícias da guerra na Ucrânia a russos

Resumo

  • Mapa de_voyna está disponível na oficina da Steam;
  • O mapa possui uma sala secreta com reportagens e dados do jornal Helsingin Sanomat, da Finlândia, sobre a guerra na Rússia;
  • Iniciativa foi tomada para burlar a censura imposta pelo governo russo.

Sabendo que o Counter-Strike: Global Offensive é bastante popular na Rússia, o jornal finlandês Helsingin Sanomat revelou, na terça-feira (2), que criou um mapa no FPS da Valve com uma sala secreta que contém notícias banidas no país sobre a guerra na Ucrânia.

Helsingin Sanomat batizou o mapa de de_voyna. Trata-se de uma palavra que, em russo, significa guerra e é repreendida pelo governo local para se referir ao conflito, o qual classifica como uma “operação especial”.

anúncio betboomanúncio betboom

O mapa está disponível para download na oficina da Steam.

O jornal explicou que contratou dois conhecidos designers de mapas para desenvolver de_voyna, mas sem divulgar os nomes dos profissionais a fim de evitar retaliações aos mesmos. Todas as informações sobre a guerra presentes na sala secreta são obtidas pelo próprio Helsingin Sanomat por meio de dois repórteres que estão em solo ucraniano cobrindo a rotina do conflito.

Helsingin Sanomat afirmou ainda que decidiu utilizar o Counter-Strike para disseminar as próprias notícias sobre a guerra como forma de burlar o forte controle estatal. Vale ressaltar que não muito recentemente, o governo russo proibiu o acesso a algumas das principais redes sociais por conta do conflito.

+ CPH Flames: jogadores compraram os próprios stickers antes da falência
+ CS:GO: público elege Fluxo como “zebra” do Major de Paris

Os jogadores tomam conhecimento da sala secreta na de_voyna assim que são mortos durante os rounds. Quando isso acontece, a visão dos players muda da primeira para a terceira pessoa e, desta forma, conseguem ver no mapa o local da sala, colocada perto de um monumento chamado “fogo eterno”, que é comumente visto nas cidades russas e ucranianas em memória à 2ª Guerra Mundial.

Na sala secreta, os jogadores têm acesso a um mapa que mostra supostos alvos civis ucranianos atingidos pelos russos na guerra, bem como uma notícia de um massacre que aconteceu em Bucha, uma cidade da Ucrânia. Imagens da guerra também confeccionam as paredes do local, com as descrições feitas por áudio em russo.

A Rússia vem atacando o território ucraniano desde 2014, quando anexou a Criméia. O conflito se intensificou no início de 2022, quando tropas russas invadiram a Ucrânia e realizaram ataques a diversas cidades do país. A ONU estima que, pelo menos, 8 mil civis foram mortos e 200 mil militares, sendo metade de cada nação.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online