CS:GO: MIBR estreia no CBCS Finals 2021 com derrota para Sharks

apoka
Foto: Reprodução/HLTV

Nesta sexta-feira (17) começou o último grande campeonato de CS:GO nacional em 2021, a CBCS Finals 2021. O torneio conta com a participação de Liberty, MIBR, Sharks e SWS, que jogam entre si em formato de dupla eliminação. As duas melhores equipes avançam para a final em busca do prêmio de US$ 20.000 (R$ 113.924,00 na cotação atual).

O MIBR estreou na noite de ontem e, de cara, já teve que encarar o clássico brasileiro contra a Sharks. Sem contar com Ricardo ‘boltz’ Prass (cotado para a line do “The Last Dance”), que foi substituído por Marcelo ‘chelo’ Cespedes, a equipe acabou sendo derrotada pelos tubarões por 2-0, em uma MD3.

anúncio betboomanúncio betboom

+CS:GO: Team Liquid vence e elimina Astralis da BLAST Premier World Final 2021
+CS:GO: FURIA é eleita Melhor Equipe de Esport no Brazil Game Awards 2021

O resultado coloca o MIBR na Lower Bracket da competição, deixando o time à beira da eliminação. Agora, os comandados de Adriano ‘WOOD7’ Cerato enfretam a Liberty – que perdeu para a SWS por 2-1 – neste sábado (18), às 17h20.

O jogo

A Sharks escolheu Inferno como primeiro mapa da série e o MIBR começou de CT. Com um excelente início de jogo, os tubarões perderam apenas o primeiro armado antes de abrir 8-1. Contudo, o MIBR reagiu depois disso e, com uma sequência de seis pontos, foi para o intervalo perdendo pela desvantagem mínima, 8-7.

Depois da troca de lados, a vitória no pistol deu a esperança de que o MIBR manteria a partida equilibrada. Só que a Sharks levou o forçado no round seguinte e, com mais dois pontos, abriu 11-8 no placar. O MIBR chegou a diminuir a diferença para 13-11, mas, uma derrota em um eco da Sharks, fez com o mapa desandasse para o time de chelo, que acabou sendo derrotado por 16-11.

Na sequência veio Nuke, pick do MIBR. Começando de CT, a Sharks mostrou uma defesa bastante sólida. O time de Romeu ‘zevy’ Rocco perdeu somente o primeiro armado e o último round da metade, abrindo ampla vantagem sobre o adversário, 13-2.

Entretanto, o MIBR mostrou poder de reação na troca de lados. A equipe do coach Alessandro ‘Apoka’ Marcucci devolveu o placar sofrido no half inicial e o mapa foi para o OT. Na prorrogação, a Sharks voltou a se impor e conseguiu fechar o jogo por 19-16.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online