CS:GO: novo elenco custou pouco mais de US$ 1 milhão à NAVI

NAVI IEM Cologne 2023
Foto: Stephanie Lindgren/ESL

Diferentemente do que acontece no cenário brasileiro, onde um só jogador pode ter multa superior a R$ 3 milhões de reais, os três reforços contratados pela Natus Vincere para o restante da temporada custaram à organização pouco mais de US$ 1 milhão (~R$ 4,87 milhões). A informação é do insider conhecido como Harumi.

A NAVI se reforçou com Aleksi “Aleksib” Virolainen (NIP), Justinas “jL” Lekavicius (Apeks) e Ivan “iM” Mihai (GamerLegion), com o trio substituindo Andrij “npl” Kukharsjkyj, emprestado para a B8, e a dupla contratada pela Cloud9: Denis “electroNic” Sharipov e Ilya “Perfecto” Zalutskiy.

anúncio betboomanúncio betboom

+ CS:GO: FURIA e MIBR caem na mesma chave do Gamers8
+ IEM Cologne: NAVI não avança aos playoffs pela 1ª vez em LAN

A discrepância é muita quando comparada com os valores vistos no Brasil. Por exemplo: na janela de transferência do meio deste ano, somente Gabriel “FalleN” Toledo custou US$ 700 mil à FURIA. Também neste ano, de acordo com a Dust2 Brasil, o MIBR ofereceu US$ 280 mil para tirar Lucas “Lucaozy” Neves do Fluxo.

Vale ainda ressaltar que a transferência de Lucaozy para o Fluxo, na temporada passada, custou € 325 mil (euros) pagos integralmente à Sharks. O mesmo valor foi desembolsado pela paiN por Romeu “zevy” Roma.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online