CS:GO: Valve trabalha em um novo sistema para servidores, afirma insider

Uma das maiores demandas de jogadores de Counter-Strike é a mudança dos servidores oficiais do jogo de 64 tick para 128. Contudo, para Gabe Follower, influente insider e dataminer, isso não deve ocorrer, nem mesmo com o possível lançamento do Counter-Strike 2. Porém, seria por um bom motivo.

Isso porque, segundo Gabe, a Valve está trabalhando em um novo sistema para os servidores, o qual não utilizará o padrão atual de tick rate. O insider chama este sistema de “tickless” (sem tick) ou “subtick”.

anúncio betboomanúncio betboom

“Se eu entendi corretamente, ao invés do cliente e do servidor lerem os eventos do jogo de forma independente e depois compararem os resultados, agora o cliente aguardará o resultado do servidor e somente depois continuará as ações”, explicou o dataminer.

Para aqueles que não estão muito familiarizados com o termo, tick é quando o servidor processa um pacote de dados que contém as informações sobre os eventos que estão acontecendo no jogo.

Um servidor de 64 tick processa 64 pacotes desses por segundo, enquanto um de 128 processa 128 pacotes por segundo. Assim, um servidor de 128 acaba sendo mais preciso que um de 64, pois registra o dobro de informações.

Para o jogador, isso resulta em uma série de mudanças benéficas, como movimentações, lançamento de granadas e tiros mais precisos.

Em comparação, o tick rate dos servidores funciona de maneira semelhante à taxa de atualização de um monitor. Monitores com uma frequência maior levam uma experiência mais suave e precisa ao usuário.

Voltando ao Gabe, o insider conclui o texto dizendo que esse novo sistema da Valve pode resultar em servidores com tick variável, onde cada ação é processada a uma velocidade diferente.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online