Com novas modalidades, 2ª edição da Copa Rebecca Heineman é anunciada

Foto: Divulgação/Copa Rebecca Heineman

Foi anunciada oficialmente, na semana passada, a nova edição da Copa Rebecca Heineman, competição voltada para o público transgênero. Além do tradicional League of Legends, o torneio agora contará com novas modalidades, que são Free Fire, VALORANT e Wild Rift.

Sher “Transcurecer” Machado, idealizadora do projeto, contou um pouco sobre o que representa a copa ao público trans. “A gente visa o competitivo, mas que também seja um espaço divertido e saudável pra galera […] Quem nunca sonhou em estar no lugar de um proplayer ou jogar um campeonato? E por menor que seja esse espaço, é um que dá sensação de pertencimento”, disse.

anúncio betboomanúncio betboom

Outra novidade da segunda edição é que ela será feita de forma presencial, realizada em estúdio. Assim, haverá apresentação e narração, além da presença das influenciadoras Bryanna Nasck e Ana “Nalumi” Lumi.

+ VALORANT: Riot Games adiciona sistema para evitar repetições de mapas
+ Riot doará US$ 1 milhão para auxiliar causas humanitárias na Ucrânia

Repercussão e influências da primeira copa

Transcurecer contou como ficou surpreendida com a boa recepção da primeira Copa Rebecca Heineman: “O que eu aprendi com o campeonato é que tem muita pessoa trans no cenário de esports. Eu não imaginaria que mais de 80 pessoas iriam se inscrever. Na minha cabeça, quando eu fiz o primeiro regulamento, eu estava pensando em só 8 times participarem, porque eu não imaginei que iria ter tantas pessoas. Mas, a gente conseguiu bater 16 times e fechar todas as chaves. Fiquei de boquiaberta”.

“A gente sente que o espaço de esports tradicional não é acolhedor, então a gente cria o nosso espaço e dá visibilidade para que quem está dentro, possa chamar pessoas como eu para estar lá. A Jessi participou da copa e hoje tá estouradassa. Eu não sei se teve influência, mas depois da participação dela, ela conseguiu entrar no reality show, as lives dela estão bombando e muita gente tá conhecendo ela. A gente quer isso para outras pessoas trans também”, complementou.

Informações do campeonato

As inscrições estarão abertas no 23 de maio e o evento terá seu início entre 15 e 17 de julho. O motivo para o anúncio antecipado se dá pela procura de apoio de marcas e de times de esports.

A primeira copa foi realizada no dia 29 de janeiro, Dia Nacional da Visibilidade Trans. Para este ano, uma data diferente foi escolhida, e Victor Toledo, Sócio-diretor da Manse! Academia, explicou o motivo.

“A gente chegou à conclusão de que não precisa ser no dia da Visibilidade Trans que a gente tem que fazer algo pro público trans. A gente tem que fazer isso diariamente e é essa a nossa missão”, contou Toledo.

A premiação da segunda copa ainda não foi divulgada, mas a ideia é converter todas as doações feitas através das plataformas de streaming para organizações que ajudem o público trans. Os organizadores também esperam a participação ativa de marcas patrocinadoras, oferecendo visibilidade dos produtos em redes sociais e através de tráfego pago.

Sobre Rebecca Heineman

Designer de videogames e programadora, Rebecca Heineman é uma veterana da indústria de jogos e foi a primeira pessoa no mundo a ganhar um campeonato de esports, em 1980, com o jogo Space Invaders. Atualmente, ela é Diretora Executiva da Olde Sküül, empresa editora e desenvolvedora de jogos.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online