Astralis anuncia prejuízo de R$ 6,8 milhões em 2022

Astralis
Foto: Reprodução/Astralis

Resumo

  • Astralis teve um prejuízo total de US$ 1,3 milhão (~R$ 6,8 milhões);
  • Apenas os times de FIFA e Rainbow Six deram prejuízo;
  • CEO se diz otimista com o futuro da organização.

A Astralis divulgou nesta quarta-feira (15) os relatórios financeiros referentes a 2022. A organização de esports teve um prejuízo total de US$ 1,3 milhão — que corresponde a cerca de R$ 6,8 milhões na cotação atual — no ano.

Apesar de ainda parecerem grandes, as perdas são bem inferiores a 2021, quando a Astralis reportou um prejuízo de US$ 5 milhões (~R$ 26 milhões), e muito menores que as de 2020, ano em que a organização viu sair dos cofres um total de US$ 7,5 milhões (~R$ 39,7 milhões).

anúncio betboomanúncio betboom

Das modalidades que a Astralis possui, ou possuía representação em 2022, apenas FIFA e Rainbow Six deram prejuízo. Fortnite, CS:GO e League of Legends tiveram um ano positivo. Veja a seguir*:

  • CS:GO: lucro de US$ 940 mil (~R$ 4,9 milhões)
  • League of Legends: lucro de US$ 260 mil (~ R$ 1,3 milhão);
  • Rainbow Six: prejuízo de US$ 310 mil (~R$ 1,6 milhão);
  • Fortnite: lucro de US$ 530 mil (~R$ 2,8 milhões);
  • FIFA: prejuízo de US$ 160 mil (~R$ 846 mil).

*Valores não incluem possíveis impostos.

Um dos piores prejuízos da Astralis no ano de 2022 foi o centro de treinamento localizado em Copenhagen, Dinamarca, o Astralis Nexus. A instalação gerou perdas de US$ 850 mil (~R$ 4,4 milhões) aos bolsos da empresa.

Faturamento

Quando observado o faturamento da Astralis, os números apresentaram uma crescente ao longo dos anos, indo de um total de US$ 6,8 milhões em 2019 para US$ 12,3 milhões em 2022. Um dos grandes responsáveis por esse crescimento é o time de CS:GO, que faturou US$ 6,37 milhões ano passado.

Veja a seguir o faturamento de cada divisão*:

  • CS:GO: US$ 6,37 milhões (~R$ 33,7 milhões);
  • Astralis Management: US$ 2,29 milhões (~R$ 12,1 milhões)
  • League of Legends: US$ 2,18 milhões (~R$ 11,5 milhões);
  • Astralis Nexus: US$ 1,05 milhão (~R$ 5,5 milhões);
  • Astralis Estados Unidos: US$ 310 mil (~R$ 1,6 milhão);
  • PIXEL.TV: US$ 310 mil (~R$ 1,6 milhão);
  • FIFA: US$ 57 mil (~R$ 301 mil).

*As divisões que não aparecem não foram especificadas no relatório.

Faturamento Astralis
Faturamento da Astralis dividido por modalidades (Foto: Reprodução/Astralis)

A melhora nos números gerais criou um otimismo no CEO da Astralis, Anders Hørsholt, que disse estar “muito positivo” em relação ao desenvolvimento da organização e crê na “habilidade de atender as ambiciosas metas financeiras em um ano desafiador”.

FIFA

Mesmo com um ano não muito animador no FIFA, a Astralis disse que seguirá na modalidade, focando principalmente na brasileira Stephanie “Teca” Louana.

“Continuaremos focados na nossa estrela brasileira, a jogadora Stephanie “Teca” Louana, que é a campeã mundial feminina não oficial. Através de um trabalho dedicado, Stephanie tornou-se uma incrível embaixadora da marca na América do Sul, e nossa meta para 2023 é que a Stephanie continue melhorando nos resultados
e influência como um nome significativo nos esports feminino”, diz o comunicado no relatório.

Teca FIFA
Stephanie Teca é a representante da Astralis no FIFA (Foto: Felipe Meire/6D Meire)

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online