CLG encerrará operações, afirma jornalista

Bancada da CLG na LCS (Foto: Riot Games)

Uma das mais antigas organizações em atividade, a Counter Logic Gaming (CLG) está próxima de encerrar as operações e, consequentemente, colocar a vaga que possui na LCS, liga norte-americana de League of Legends, à venda. As informações são do jornalista Travis Gafford.

Segundo Gafford, a CLG programou para realizar demissões em massa no fim desta semana e está agindo nos bastidores para negociar todas as equipes que a representam atualmente: League of Legends, Counter-Strike feminino, Fortnite, VALORANT, Smash e Apex Legends.

anúncio betboomanúncio betboom

+ Counter-Strike 2 pode ter modo sobrevivência
+ Los Grandes anuncia projeto para revelar influenciadores
+ JapaBKR faz desabafo e diz que vai morar nas ruas

Travis Gafford também apurou que CLG não sairá de imediato da liga profissional norte-americana de League of Legends. A organização manterá o time enquanto negocia a venda da vaga. Uma interessada nessa oportunidade é a NRG, que já disputou a LCS antes das franquias e é parceira da Riot Games no VALORANT.

Em contato com o Dot Esports, um porta-voz da MSG Esports, empresa que gerencia o CLG desde 2017 após comprar a organização, disse que “embora mudanças como esta sejam sempre difíceis, estamos simplificando as operações da CLG para melhor posicionar a organização ao sucesso a longo prazo”.

A CLG foi fundada em 2010 pelo ex-jogador George “HotshotGG” Georgallidis e é o time mais antigo em atividade no League of Legends, tendo participado de todas as edições da LCS.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online