Como uma VPN para jogos pode diminuir a latência

vpn
Foto: Stefan Coders/Pixabay

Para quem gosta de jogar, poucas coisas são mais enlouquecedoras numa partida importante do que uma súbita enxurrada de lags. Um enorme cemitério virtual poderia ser dedicado a personagens abatidos mundialmente em missões, individuais ou de equipe, de múltiplos esportes eletrônicos com a mesma causa mortis: lag.

Imaginação à parte, embora a VPN seja uma tecnologia usada primariamente para aumentar a privacidade na internet, uma dedicada para jogos também pode ser bastante útil para incrementar a segurança e a velocidade durante partidas online.

anúncio betboomanúncio betboom

Entenda exatamente como a VPN permite conciliar todos esses objetivos a seguir.

O que é uma VPN? Como ela funciona?

Primeiramente, convém explicar que VPN é a sigla inglesa para rede virtual privada (Virtual Private Network). Há diversas empresas oferecendo suas respectivas conexões privadas como uma maneira de proteger e conferir mais privacidade a seus clientes.

Ao jogar na internet, os dispositivos utilizados pelos usuários — como computador, celular ou tablet — se comunicam com os de outros jogadores. Essa conexão passa por uma série de intermediários, entre eles os servidores da empresa responsável pelo jogo.

Um serviço de VPN garante que todos os dados que enviados e recebidos por meio dessa ligação sejam codificados durante o envio e somente decodificados durante o recebimento. Além disso, estabelece a conexão por meio de servidores privados, controlados pela empresa que oferece a VPN, com uma estrutura de segurança própria.

Essa configuração geral para a conexão traz uma série de benefícios para diversos usos: em empresas, na administração pública, domesticamente. A seguir, veja de forma mais aprofundada as vantagens e o contexto de uso de uma VPN para jogos.

Mais velocidade com VPN para jogos

Não é preciso ser um jogador tão experiente para ter ouvido falar do ping. Também conhecido como latência, é uma medida em milissegundos que indica o tempo para os dados de um jogo saírem do computador até o servidor de jogos e retornarem à máquina. 

Quanto menor for o ping, menor será a demora na transmissão de informações. Portanto, um ping menor equivale a menos lag.

Embora muitas vezes seja difícil obter uma taxa de ping baixa e constante, um número abaixo de 50 milissegundos é o necessário para processar jogos de ação rápida modernos sem grandes prejuízos. Para RPGs e outros jogos um pouco menos dinâmicos, 100 a 200 milissegundos seria uma taxa tolerável.

Contudo, onde entra o uso de uma VPN para jogos nessa história toda?

Acessar uma rede privada localizada próxima ao servidor do jogo de sua escolha pode reduzir o tempo de latência na comunicação, encurtando o espaço da transmissão de dados. Há serviços de VPN que oferecem milhares de opções de servidores em dezenas de países, o que aumenta as chances de sucesso. Isso acontece quando o serviço de VPN contratado conta com os próprios servidores DNS.

De forma breve, um servidor é um computador poderoso usado geralmente para conduzir processos em um sistema conectado. Um servidor DNS, especificamente, é um dos intermediários necessários para identificar os destinos de acesso dos computadores e permitir que o tráfego seja direcionado para eles.

Embora pareça complicado descobrir a localização do servidor de um jogo, geralmente esse tipo de informação não é tão difícil de encontrar. Usando como exemplo o Counter-Strike: Global Offensive, é necessário fazer o seguinte:

  1. Entrar no servidor desejado;
  2. Abrir o console, digitar o comando “status” e apertar Enter;
  3. Achar o IP do servidor. É o número que aparecerá no topo – provavelmente com os dizeres “Connected to [número]”;
  4. Buscar a localização do IP no Google. Não tardará a achar um resultado adequado.

Localizar um servidor do jogo próximo do servidor do VPN também pode propiciar um acesso com menos tráfego de dados. Se a VPN tem o próprio servidor DNS, o jogador acaba se beneficiando tanto da proximidade física quanto da menor quantidade de gente pedindo acesso ao servidor.

Em suma, uma VPN para jogos pode ser uma maneira de eliminar “gargalos” na conexão e torná-la verdadeiramente mais próxima e rápida do que interessa.

Segurança e privacidade

Além da possibilidade de aumentar a velocidade de acesso, uma rede privada também protege contra ataques de cibercriminosos e invasões de privacidade.

Infelizmente, a comunidade gamer tem suas maçãs podres. Muitos jogadores maliciosos ou oportunistas não hesitam em tentar prejudicar outras pessoas e podem lançar ataques virtuais diversos.

Um dos mais comuns é inviabilizar o acesso de outros jogadores ao jogo, sobrecarregando seus servidores de internet com milhares de acessos coordenados. Eles são os popularmente conhecidos como ataques DDoS (Distributed Denial of Service).

Se o acesso do jogador é feito por uma rede virtual privada, a identidade na internet é protegida e isso dificulta ataques do tipo: será impossível rastrear de onde ele acessa a internet e por qual servidor. 

Essa mesma funcionalidade confere uma camada adicional de privacidade, que previne bisbilhoteiros virtuais e outros ataques criminosos, como ao jogar em redes Wi-Fi públicas, que são mais vulneráveis e visadas.

Conclusão

Apesar das vantagens que uma rede privada virtual pode trazer, é preciso abrir o olho para alguns fatos desagradáveis. O primeiro deles é que uma VPN sozinha não garante proteção total na internet.

Cibercriminosos dispõem de muitas táticas que exploram a vulnerabilidades mais óbvias, como senhas fracas. Nesse caso específico, a boa prática é trocar a senha mensalmente, o que praticamente só é possível com um bom gerenciador de senhas. Portanto, é relevante manter-se atualizado e atento às novidades de cibersegurança.

Além disso, nem todos os provedores de VPN são confiáveis ou valem o que cobram. Por regra, um serviço gratuito tende a ser inferior ou utilizar outras fontes de receita que podem não ser benéficas aos consumidores. Há casos famosos de provedores de VPN que vendiam dados de usuários a empresas e terceiros, por exemplo.

Em conclusão, não vá rápido demais ao serviço de VPN mais barato ou bonito. Gaste um pouco mais de tempo pesquisando hoje para poder jogar “afundando o pé no acelerador” e deixando os lags para trás amanhã.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online