Jogador de Street Fighter é banido de torneios após declaração de abuso contra mulher

Foto: Divulgação/Capcom

A Capcom anunciou, nesta sexta-feira (7), o banimento permanente do jogador Robson “robinho” Oliveira de todas as competições da desenvolvedora depois de uma declaração feita por ele no fim do ano passado. Durante uma live, robinho contou uma história onde teria embebedado uma mulher e realizado sexo coletivo sem o consentimento dela.

A denúncia partiu de Raphael “Zenith” Puglielli, vencedor do Prêmio Esports Brasil, que mostrou, nesta quinta-feira (6), um trecho da transmissão onde o jogador conta detalhes da situação. No clipe, robinho revela que seu primo enviou um vídeo que mostrava a então namorada o traindo. Por conta disso, ele resolveu se vingar dela.

anúncio betboomanúncio betboom

Depois de sair com a mulher e embebedá-la, robinho contou que a levou para um “barraco” e realizou um estupro coletivo com mais oito pessoas. No dia seguinte, quando foi questionado pela namorada sobre a atitude, o jogador afirmou que fez isso por ela ser uma “vagabunda”.

“Peguei essa mina em um fim de semana e falei: ‘Ela tá f*dida na minha mão’. Fomos para o rolê, enchemos a cara, enchemos a cara dela. Falei: ‘Vamos para um esquema ali’ e ela disse ‘vamos’. Levei ela para um barraco, chamei oito malucos e falei ‘hoje ela vai se ferrar também’. Mano, ela se arrebentou toda”, contou robinho.

Em entrevista concedida ao ge, o jogador disse que que a história não é verdadeira. Ele revelou que o caso aconteceu há cerca de 25 anos, quando ele tinha apenas 13, e que somente a parte do vídeo do primo é real. O restante, foi inventado na hora da transmissão.

“Uma história alheia que nem existe, coisa que falei na zoeira. Agora, estão me acusando de uma coisa que foi falada na brincadeira. Eu fico triste que já tem maldade do pessoal nisso, querendo me prejudicar com isso, até mesmo me cancelar na Capcom Cup”, disse robinho ao ge.

Até então, o jogador era um dos classificados para a Capcom Cup VIII, que está datada para acontecer em fevereiro deste ano. Entretanto, após o comunicado por parte da desenvolvedora, ele está banido não apenas das competições atuais, como todas as futuras da empresa.

Antes mesmo do posicionamento da Capcom, a Patoz Team, organização no qual robinho fazia parte, anunciou que ele não seguiria defendendo o clube. “A partir de hoje, o jogador robinho não faz mais parte do nosso time”, afirmou a Patoz nas redes sociais.

Confira a nota da Capcom na íntegra:

“Nos chamou a atenção o fato de Robson “robinho” Oliveira ter feito declarações em um fórum público sobre ter participado em ações repreensíveis e atos autrócitos. Temos tolerância zero com esse tipo de atitude e comportamento que, no menor nível, viola o código de conduta do jogador, potencialmente as leis brasileiras e precisa de uma ação merecida. Por conta disso, Robson “robinho” Oliveira está permanentemente banido de todos os eventos operados pela Capcom, incluindo a Capcom Cup, Capcom Pro Tour e a Street Fighter League. Esse é um banimento global, o que significa que se aplica a todos os torneios e eventos em todas as localidades do mundo.

Enquanto isso é apenas uma consequência, esperamos que as autoridades locais investiguem rapidamente e levem o caso a toda sua extensão legislativa.”

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online