Olimpíadas dos Esports podem acontecer em 2025

Palco do Olympic Esports Series
Foto: IOC/Lionel Ng

A Olimpíada dos esportes eletrônicos acontecerá mais cedo do que o esperado. Ao site Cycling Weekly, David Lappartient, presidente do Esports Liaison Group, grupo que foi montado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para tratar sobre os esports na entidade, afirmou que a primeira edição do Olympic Esports Games acontecerá em 2025.

David Lappartient, inclusive, adiantou uma das modalidades que estará presente no evento: o ciclismo virtual. “As Olimpíadas dos esportes eletrônicos começarão a acontecer em 2025, incluindo os games, simuladores de modalidades tradicionais e atividades físicas feitas de forma virtual”, disse.

anúncio betboomanúncio betboom

Apesar da realização ainda não ter sido confirmada pelo COI, a fala do presidente do Esports Liaison Group bate com o que já foi dito pelo presidente do comitê Thomas Bach ao site chinês Xinhua em janeiro deste ano: “Podemos contar com a primeira edição para o ano de 2025, ou mais tardar em 2026”.

IEM PyeongChang 2018 foi o primeiro evento de esports a ter um apoio olímpico (Foto: Divulgação/IEM)

Esports nas Olimpíadas

A discussão em torno da inclusão dos esportes eletrônicos nos Jogos Olímpicos não é nova. A aproximação da entidade com as modalidades virtuais começou em 2018, um ano após o próprio Thomas Bach dizer que não aceitava tão bem a entrada dos esports no programa.

“Não estamos 100% certos se os esports são realmente esporte, no que diz respeito à atividade física e ao que precisa ser considerado como esporte. Não vejo uma organização ou uma estrutura que nos dê confiança ou garantia que tenha as regras e os valores olímpicos. Posso dar uma visão pessoal, mas alguns desses jogos vão contra os nossos valores”, disse na época.

A situação começou a melhorar quando a IEM PyeongChang de StarCraft 2 “abriu” os Jogos Olímpicos de Inverno que aconteceram na Coreia do Sul, contando com suporte do COI, que chegou a transmitir as partidas no canal oficial do comitê. No mesmo ano, outras duas reuniões lideradas pelo Comitê Olímpico Internacional debateram a inclusão dos esportes eletrônicos no programa olímpico.

O primeiro evento olímpico de esports aconteceu de fato em 2021. Foi o Olympic Virtual Series, disputado totalmente online por conta da pandemia do COVID-19 e que, de acordo com o COI, contou com mais de 250 mil participantes de 100 países. As modalidades utilizadas foram: eBaseball Powerful Pro Baseball 2020 (beisebol), Zwift (ciclismo), remo, Virtual Regatta (vela) e Gran Turismo (automobilismo).

Dois anos depois, veio um investimento maior por parte do comitê ao evoluir o Olympic Virtual Series para o Olympic Esports Series, sediado por Singapura em 2023. A diferença é que o evento foi o primeiro olímpico de esports disputado presencialmente. Novamente, foram utilizadas modalidades que são simuladores virtuais de esportes tradicionais ou que envolviam atividade física.

Modalidades do Olympic Esports Series:

  • Tic Tac Bow (Tiro com arco)
  • WBSC eBASEBALL: POWER PROS (Beisebol)
  • Chess.com (Xadrez)
  • Zwift (Ciclismo)
  • Just Dance (Dança)
  • Gran Turismo (Automobilismo)
  • Virtual Regatta (Vela)
  • Virtual Taekwondo (Taekwondo)
  • Tennis Clash (Tênis)

Na época, o próprio David Lappartient falou sobre a importância do COI em apoiar o desenvolvimento dos esportes virtuais em todas as áreas e que o comitê estava trabalhando com federações internacionais apoiando no desenvolvimento dessas modalidades.

O COI, como entidade, também se mostrou disponível a ter outras modalidades de esports nos eventos futuros, mas deixando claro que esses jogos precisam de uma federação os representando, o que não existe atualmente com os principais títulos.

Para quem gosta de fazer apostas em esportes eletrônicos, uma boa opção para análises e coleta de informações é a esports-betting-bro.com, que vai garantir a melhor cobertura das Olimpíadas dos Esports.

Troféu do Olympic Esports Series (Foto: IOC/ Lionel Ng)

Nada de jogos violentos

Por mais que já tenha realizado dois eventos olímpicos de esportes eletrônicos, o COI não abraçou nenhum dos títulos de sucesso do setor, como League of Legends, Dota 2, Counter-Strike, VALORANT, Free Fire e Rainbow Six. O presidente do comitê, inclusive, deixou claro que jogos violentos não farão parte do programa.

Ainda em 2018, Thomas Bach disse à agência AP que o programa olímpico não poderia ter um jogo que promova violência ou discriminação já que esses tipos de games são contraditórios aos valores olímpicos. Discurso este que vem sendo reproduzido por ele e pelo COI desde então.

Esse pensamento, inclusive, fez com que o Fortnite, um dos principais battle royales da atualidade, fosse utilizado de outra forma no Olympic Esports Series. Os organizadores utilizaram o modo criativo do jogo para simular tiro esportivo.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online