Campanha contra obesidade, projeto da INTZ, tem valor aumentado pelo governo

Assim como a AfroGames, a INTZ e-Sports também aderiu o desenvolvimento social através dos esports no Brasil. Dessa vez, os intrépidos fizeram uma parceria com o Instituto Movere, na utilização do esporte eletrônico na luta contra a obesidade.

Leia também:

Projeto aprovado pelo Governo de São Paulo

A iniciativa da organização de esports é um grande marco para o cenário brasileiro. Juntamente a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude de São Paulo (SELJ-SP), os intrépidos conseguiram que seu projeto fosse aprovado mais de uma vez pela Lei Paulista de Incentivo ao Esporte (LPEI), sendo a última aprovação, no valor de R$ 192.560,00, publicada no Diário Oficial em 13 de junho. O anterior, revelado em março, era no valor de R$ 140.960,00.

Em comunicado ao portal ESPN Esports Brasil, o diretor executivo, Lucas Almeida, explica que o projeto aprovado resume os principais objetivos que tem para com o esporte eletrônico: o reconhecimento do esport como esporte e as modalidades eletrônicas sendo usadas para o viés social.

Lucas também conta que a ideia de ter um projeto aprovado pelo governo surgiu numa conversa com o advogado especializado em direito do esporte, André Sica: “Ele falou que era muito importante ter uma aprovação de Lei de Incentivo para o mercado porque a partir do momento que você tem aprovação da LPEI quer dizer que o Secretaria do Esporte está validando que a gente é um esporte”.

Esta será a segunda vez que os esports serão usados como ferramenta social. Em maio desse ano, o AfroReggae inaugurou o AfroGames, um projeto que visa atender 100 jovens em três cursos: aulas de League of Legends, programação de jogos e produção musical para games. A iniciativa está sendo tocada no primeiro centro de treinamento localizado numa comunidade carioca, mais precisamente em Vigário Geral.

Fonte: ESPN Esports Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias