Bolsonaro volta a falar ao coração dos gamers e anuncia redução de imposto

No início deste mês, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a alimentar a esperança dos gamers, tanto casuais quanto hardcores, ao anunciar no Twitter a intenção de reduzir impostos sobre os jogos eletrônicos. Geralmente, os títulos são lançados no Brasil custando entre R$ 299 a R$ 350 – as versões standard (padrão) equivalem a praticamente um terço do salário mínimo, e as versões Deluxe ou Ultimate, custam mais caro ainda. No ano passado, mais precisamente em agosto, o governo já havia posto em vigor um decreto que diminuía o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) em consoles e acessórios feitos no Brasil de 50% para 40%.

Segundo Bolsonaro, o objetivo é reduzir as alíquotas de impostos sobre jogos eletrônicos de 40% para 30%, indo no mesmo caminho da redução feita ano passado. Porém, a publicação cita “jogos eletrônicos”, e esse nicho não estava presente no último decreto sancionado pelo governo, que incidia somente sobre videogames, acessórios e peças produzidas no país. Enquanto a redução nos impostos não ocorre, você pode aproveitar opções mais acessíveis no mercado, e o LeoVegas é já uma referência no Brasil e na Europa, oferecendo um serviço de qualidade, além de horas de diversão.

O Presidente da República não revelou mais detalhes sobre a redução de impostos sobre os games, contudo confirmou que anda conversando com Paulo Guedes, Ministro da Economia, sobre o tema. “Reconheço não ser o ideal, mas estamos avançando”, disse o Presidente, referindo-se à possível redução do IPI sobre jogos no Brasil. Atualmente no Senado brasileiro tramita uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que concede total isenção de impostos tanto a jogos quanto a consoles fabricados no país.

Essa PEC foi aprovada no ano passado pelo Senado Federal, e de acordo com o Senador Telmário Mota, relator do projeto, o intuito da proposta é proteger o mercado brasileiro de games e garantir que ele possa continuar em desenvolvimento. Em janeiro de 2020, Telmário Mota até tentou colocar a PEC em votação, porém nada aconteceu, e até então o tema segue sem novidades.

Chegada próxima dos novos consoles

Uma ótima notícia para os brasileiros fãs dos games – a Microsoft anunciou a chegada tanto do Xbox Series X quando do Series S. Ambos acompanharão o lançamento global e estarão disponíveis nas lojas do país a partir do dia 10 de novembro.

Além disso, a empresa promete uma experiência mais imersiva no seu console, considerando-o o mais poderoso e com o melhor custo benefício em relação ao concorrente. “Ambos entregam maior imersão usando o da DirectX Ray Tracing, 60 FPS com possibilidade de chegar a 120 FPS, carregamento rápido usando do poder do SSD e grande poder gerado pelo balanço entre CPU e GPU”, disse Bruno Motta, gerente da Xbox no Brasil. Também foi revelado que com a chegada dos novos videogames também virá o serviço EA Play adicionado ao Xbox Game Pass sem qualquer custo adicional aos usuários.

Já o PlayStation 5 (PS5) será lançado no dia 19 de novembro, e assim como os Xbox Series X/S já está em pré-venda nas principais varejistas do país. Para combater sua principal concorrente, a Sony pretende disponibilizar aos donos de um PS5 logo no seu lançamento, acesso ao PS Plus Collection, que fornecerá alguns títulos aclamados para os usuários, como Days Gone e God Of War. Porém a Sony não planeja seguir um modelo semelhante ao implementado pela Microsoft, com o Xbox Game Pass.

Segundo Jim Ryan, chefe da divisão de jogos da Sony, “Para nós, ter um catálogo de jogos não é algo que define uma plataforma. Nossa ideia é ter novos e ótimos games! Já tivemos essa conversa antes – não vamos seguir o caminho de disponibilizar lançamentos em serviços de assinatura. Esses jogos custam muitos milhões de dólares, acima de US$ 100 milhões, para serem desenvolvidos. Não vemos como isso seja sustentável”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias