Free Fire: 1.3 milhão de hackers foram banidos no último mês em todo o mundo

Desde que o Free Fire foi lançado, em 2017, a desenvolvedora dá duro na batalha contra os hackers, jogadores que usam programas auxiliares para obter algum tipo de vantagem. Na quarta-feira (10), a Garena revelou que suspendeu mais de 1.3 milhão de contas em todo o mundo.

+ Free Fire: Lendário, pacote Cobra muda de cor com a patente do jogador
+ Free Fire: Site revela que Dunk Master poderá voltar a ser obtido neste sábado
+ Free Fire: Tirambaço retorna com skins angelicais

As punições foram aplicadas no período de 24 de janeiro a 6 de fevereiro em contas que estavam “usando scripts e aplicativos de terceiros para ter vantagem no jogo”. A desenvolvedora completa afirmando que “esse tipo de atitude desonesta não tem espaço. As contas trapaceiras estão suspensas permanentemente”.

Além das punições, a empresa anunciou também que atualizou as “medidas anti-trapaça, para prevenir novos tipos de trapaças de funcionarem e para consertar vulnerabilidades que poderiam ser exploradas por trapaceiros”.

Essa não é a primeira vez que a Garena revela uma onda de banimentos em 2021. Em janeiro, a desenvolvedora informou que suspendeu mais de 1.2 milhão de contas de trapaceiros.

Banimento em equipe profissional

Outra amostra de que a tolerância da Garena com trapaceiros é zero foi a punição aplicada ao time indiano Team Old Skool, que foi excluído da Free Fire India Championship Spring 2021 após um dos integrantes ser pego trapaceando.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias