Jogar Diablo 4 é pecado? Padre gamer responde

Diablo 4
Foto: Divulgação/Blizzard

Certamente, Diablo 4 é um daqueles jogos que muitas mães e avós mais tradicionais e religiosas condenariam. Pegar um jogo desse no meio das suas coisas poderia render um belo castigo. Mas será que jogar algo com essa temática mais obscura é de fato um pecado? O The Clutch ouviu um especialista no assunto, o padre e gamer Edson Ribeiro, que divide seu tempo entre as celebrações e as lives na Twitch.

Além do nome sugestivo, a franquia Diablo é de fato um jogo violento, que traz em sua bagagem feitiços obscuros e doses generosas de satanismo. Contudo, o padre explica que “é preciso separar o real da fantasia”.

anúncio betboomanúncio betboom

“Quando se trata de jogos com temáticas que parecem ser ‘polêmicas’ para uma pessoa de fé, eu sempre tento lembrar o jogador que é preciso separar o real do virtual. Nem tudo o que está presente num jogo está em sintonia com o que a gente crê ou com nossos valores, mas consumimos da mesma forma. Usamos o senso crítico para separar as realidades, e isso vale para tudo: cinema, TV, HQs, mangás e, claro, jogos eletrônicos. Você tendo esse discernimento, é super tranquilo consumir jogos como Diablo. Além disso, no jogo, o objetivo é derrotar o mal, então é ‘safe'”, afirma o padre.

Padre Edson Ribeiro aproveitando o beta aberto de Diablo 4 (Imagem: Reprodução/Twitter: @Edson_Ribeiro

Evento de lançamento

Estive na última quarta-feira (24) na cerimônia de lançamento de Diablo 4, em São Paulo. E foi justamente estar presente nesse evento, onde todos nós saudávamos Lilith, a vilã do jogo, que me fez questionar se de alguma forma isso poderia ferir ou manchar minha fé cristã.

“Em relação à Lilith, é importante lembrar que, dentro do cristianismo, ela é considerada um personagem apócrifo na história da salvação, ou seja, não está presente na Bíblia”, explica o sacerdote.

“A imagem dela como vilã no jogo acredito que desperta interesse devido à construção da personagem. Ser fã dela é um pouco complicado, mas acredito que isso esteja mais ligado à admiração que temos por uma personagem bem construída, assim como acontece em tantas obras da cultura pop. Isso não quer dizer que fora do ambiente virtual essa admiração se converta em atos, o que seria um problema para uma pessoa de fé. Por exemplo: Muitos são fãs de personagens como Darth Vader ou Ganondorf, mas não quer dizer que concordem com aquilo que representam“.

O padre Edson relatou que desde sua infância, esteve imerso em um ambiente católico, onde os valores da fé sempre fizeram parte de sua vida. Porém, da mesma forma, os jogos eletrônicos também sempre foram uma paixão. Assim, conseguiu conciliar sua vocação com seu amor pelos games.

“Mesmo estando no seminário, não deixei de acompanhar os lançamentos e consumir alguns jogos que tive acesso nesse período. Já depois de padre fui percebendo que era possível unir esses dois universos, mostrando às pessoas que os jogos podem sim trazer boas mensagens, criar elos e proporcionar uma comunidade saudável“.

Padre Gamer
Padre Edson Ribeiro em celebração na Paróquia São José Operário- Ubá-MG (Imagem: Reprodução/Instagram: @peedsonribeiro

Portanto, com a benção do padre (mostre essa matéria para sua mãe!), já é possível garantir o seu Diablo 4 sem temor. Contudo, esteja pronto para encarar Lilith e o seu exercito diabólico. O jogo será lançado para PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series e PC (via Battle.net.) em 6 de junho.

Santificado seja o Zeldinha

Atualmente, o padre Edson vem se encantando com um lançamento da Nintendo, que pra ele é o melhor jogo do ano (GOTY).

The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom é o meu GOTY! É uma experiência fantástica! Descobrir cada cantinho que achava que conhecia de Hyrule e perceber como uma nova aventura pode te surpreender muito. Fora a história que é cheia de elementos que me fazem ter um olhar espiritual sobre a relação existente entre os personagens, a ideia de uma batalha contra um mal que se espalha que só pode ser derrotado pela ‘lâmina que dissipa as trevas’ (trevas x luz) com o auxílio de valores como coragem e sabedoria (valores cristãos)”, afirma.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online