CBLOL: “Voltei para isso”, afirma brTT sobre título para a paiN

A paiN Gaming está na Grande Final do 1º Split do CBLOL de 2021. A equipe venceu o Flamengo Esports por 3 a 2 neste último sábado (3) e conquistou vaga na decisão. Após o triunfo, Felipe “brTT” Gonçalves conversou com os jornalistas durante a coletiva de imprensa sobre a série.

+ LoL: Skins do campeonato mundial da DAMWON são reveladas
+ LoL: Power Ranking coloca Brasil na última colocação do mundo

Em sua nona final de CBLOL na carreira, brTT revelou que cada uma das decisões disputadas tem um gosto especial, mas que a deste split será uma das mais importantes.

“Por conta do que está valendo. Não só questão de poder me provar, mostrar que eu ainda tenho condição de trazer um título, mas como questão da paiN estar esperando esse título há muito tempo. Uma torcida gigante dessa, não consigo aceitar eles ficarem esperando tanto tempo para isso, então eu diria que essa é, sem dúvida, uma das finais mais importantes da minha carreira”, contou o atirador.

O jogador também comentou como a afobação acabou sendo um problema para a equipe na série contra os rubro-negros. “Faltou calma hoje. Até falei isso algumas vezes durante os jogos. Estava rolando muita afobação, principalmente em momentos de lutas e objetivos, sendo que somos muito bons nisso”, revelou brTT.

“É aquilo, playoff é playoff. Os nervos ficam à flor da pele, muita coisa muda, muitas vezes o time não joga como normalmente, e foi o que aconteceu. Muita afobação, talvez um pouco de nervosismo, ou até querer encerrar o jogo rápido, por saber que estávamos na frente, pode ter influenciado. Afobação nos fez perder dois jogos”, complementou.

Quando perguntado sobre o que lhe motiva a continuar competindo, brTT diz que seu maior motivo é ele mesmo. “Eu gosto da competição, gosto de provar para mim mesmo que ainda não deu meu tempo”, contou.

Apesar de sua motivação pessoal, o atirador, no entanto, também destacou outro motivo pela sua dedicação ao cenário competitivo.

“Uma questão que pesa bastante é eu trazer esse título para a paiN, que está esperando há muito tempo e eu voltei para isso. Se eu paro sem ser campeão, ficaria um gosto muito ruim, uma sensação de não cumprir o meu dever. Não sei, eu ficaria muito decepcionado comigo mesmo como pessoa e como atleta”, afirmou o atleta.

A paiN Gaming volta à decisão de um split de CBLOL após sete anos. Agora, a equipe espera pelo resultado de Vorax e RED Canids Kalunga para saber quem será o grande campeão e representará o Brasil no Mid-Season Invitational, na Islândia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias