Conheça Nilah, a nova campeã do League of Legends

Foto: Reprodução/Riot Games

A Riot Games convidou o The Clutch para participar de uma mesa redonda com o Lead Designer, Ryan Meireles, e o Designer de Gameplay, Blake Smith, para conhecer um pouco mais da nova campeã, Nilah, que já pode ser testada no servidor de testes (PBE) do League of Legends.

Nilah é uma atiradora não convencional, e segundo Ryan, a ideia da criação da campeã veio de uma vontade da equipe de criar um “Yasuo para a rota de baixo”, já que muitos jogadores começaram a utilizar o campeão na rota inferior. Ela é uma duelista e atiradora, atacando com seu chicote de água — um Urumi para ser mais específico — arma que faz com que Nilah tenha uma distância de ataque um pouco maior em relação aos campeões corpo a corpo, mas um pouco menor em relação aos atiradores clássicos.

Conceito de Nilah (Foto: Divulgação/Riot Games)

Duelistas geralmente não são feitos para a rota de baixo e, por conta disso, Nilah foi pensada para não ser extremamente poderosa e dominar a rota por completo e, ao mesmo tempo, não pode sofrer demais contra os outros atiradores que apresentam uma distância de ataque básico e habilidades maiores que ela.

Assim, Meireles espera que os jogadores que costumam ocupar a função de atiradores consigam transferir suas habilidades para Nilah, mas que ainda terão uma curva de aprendizado, semelhante ao que aconteceu com os campeões Samira e Aphelios. 

Habilidades de Nilah

  • Passiva – Alegria Eterna: Se Nilah abater uma tropa, ela e o Campeão aliado mais próximo ganham 50% da experiência que normalmente seria perdida ao compartilhar com aliados próximos. A Campeã recebe eficácia adicional de Curas e Escudos concedidos a ela por Campeões aliados. Quando um aliado próximo conjura uma habilidade que cura ou cria Escudo que protege Nilah ou ele mesmo, a guerreira concede o benefício adicional a ela e ao aliado.
  • Q – Lâmina Sem Forma: passivo: ataques e dano de habilidades a Campeões ignoram um pouco da Armadura deles e curam Nilah em uma porcentagem do dano causado. Esses efeito escala com Chance de Acerto Crítico e pode conceder sobrecura, protegendo a Campeã com um Escudo.
    Ativo: Nilah ataca em linha reta, causando dano a todos os inimigos atingidos. Atingir um inimigo aumenta o Alcance de Ataque e a Velocidade de Ataque da Campeã por alguns segundos. Além disso, os ataques básicos dela se dispersam em uma área cônica, causando dano adicional.
  • W – Véu Jubiloso: Nilah se envolve em uma névoa, aumentando brevemente sua Velocidade de Movimento, reduzindo o Dano Mágico sofrido e esquivando-se de ataques básico. Tocar em um Campeão aliado o esconderá na névoa, concedendo os mesmo efeitos a ele por metade da duração.
  • E – Turbilhão: Nilah avança e atravessa uma unidade-alvo, causando dano a todos os inimigos atravessados. Ela pode ter até 2 cargas de Turbilhão. A Campeã pode conjurar o ‘Q’ durante Turbilhão para atrair uma onda em sua direção, causando dano e ativando seus ataques fortalecidos.
  • R – Apoteose: Nilah gira a arma em uma área ao seu redor, causando dano e puxando inimigos em direção ao centro com um último dano explosivo. Esse dano cura a Campeã em uma porcentagem do dano causado, convertendo o excesso de cura em um Escudo. A Cura e o Escudo escalam com a Chance de Acerto Crítico e são compartilhados com os aliados próximos.

Foco no late game

Nilah será uma campeã late game, já que não tem foco em conseguir abates, e seu início de jogo pode ser um pouco difícil, pois é mais suscetível a pokes, principalmente de campeões como Caitlyn ou Ashe. Mesmo sendo criada para se destacar no final da partida, Nilah não será tão poderosa quanto a Vayne por exemplo, mantendo um nível de força semelhante a Kai’Sa, mas com um leque de alternativas maior para se manter viva nos combates. 

Diferentes designs do desenvolvimento da Nilah (Foto: Divulgação/Riot Games)

Mesmo com Nilah tendo uma sinergia muito grande com suportes encantadores — como Lulu, Nami, entre outros — o objetivo é fazer com que ela também seja funcional com os tanques. De acordo com Meireles, o time de desenvolvimento do jogo não espera que Nilah diminua o destaque que os suportes tanques estão tendo no meta atual.

Criação de Nilah

A primeira coisa que Nilah ganhou na construção de seu design foi seu chicote, já que nenhum campeão do League of Legends utiliza esta arma como principal. Blake até cita que a Zyra utiliza um chicote em seu ataque básico, mas não é o foco da campeã.

O chicote, chamado de Urumi, é uma arma que vem do sul da Ásia, mesmo local que serve de inspiração para o visual de Nilah. Dentro do jogo, a campeã é de uma região no continente Leste de Runeterra e agora vive nas Águas de Sentina.

Diferentes designs do chicote (Foto: Divulgação/Riot Games)

Nos estágios iniciais da criação das habilidades de Nilah, sua passiva compartilhava todos os buffs ganhados por ela ou por seus aliados próximos. Habilidades que aumentavam Velocidade de Ataque, Distância de Ataques básicos e até mesmo outras habilidades como a Ultimate da Vayne, eram compartilhadas com Nilah, o que deixou a passiva extremamente quebrada.

Várias animações de ataques foram testadas durante o desenvolvimento da campeã na tentativa de reproduzir a fluidez de um ataque com o chicote. Esses detalhes visuais podem ser vistos no trailer de anúncio da campeã.

Por exemplo, em seu ‘E’, que é somente um avanço como diversos campeões têm, o de Nilah se torna único, pois ela joga seu chicote no alvo, enroscando-o na unidade primeiro e, então, realizando o avanço. 

Seu chicote feito de água também foi importante para a definição de suas habilidades. Geralmente, poderes de água remetem a cura e rejuvenescimento, e até por isso sua passiva e algumas das habilidades, como o ‘Q’ e a ultimate, focam nesse aspecto.

Competitivo

No lado competitivo, Meireles acredita que Nilah vai ter destaque nos grandes campeonatos e que composições de time focadas inteiramente em fortalecer a campeã podem surgir, já que ela pode se destacar em team fights. Sua passiva também é poderosa, já que tira vantagem de qualquer habilidade de cura ou que concede Escudo.

Um exemplo é o ‘W’ do Seth, que é aumentado caso usado próximo à Nilah, que também ganha uma parte desse Escudo, aumentando ainda mais as alternativas defensivas da campeã.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.