LoL: O que esperar do evento principal do MSI 2019

Nesta sexta-feira (10) começa a fase de grupos do evento principal do Mid-Season Invitational 2019. Logo na estreia, teremos a reedição da final de 2017, entre SK Telecom T1 (LCK) e G2 Esports (LEC). Além disso, outras equipes jogarão no dia; como a Invictus Gaming (LPL), Team Liquid (LCS), Flash Wolves (LMS) e Phong Vü Buffalo (VCS). Nós do The Clutch Esports faremos um panorama das equipes.

Leia também:

SK Telecom T1 (LCK)

Após ficar em baixa na temporada passada, a SKT retorna aos palcos internacionais depois de vencer a etapa de verão da LCK 2019. Em partida dominante contra a grande favorita Griffin, a equipe de Faker venceu por 3 a 0 e faturou seu quinto título da liga.

Além disso, a tricampeã mundial chega como uma das grandes favoritas ao trono do MSI. Com dois títulos na competição (2016 e 2017), a SKT chega após grande reformulação em seu elenco e conta com diversos nomes – como Mata (campeão mundial em 2014), Clid (ex-JDG), Teddy (ex-Jin Air Greenwing), Khan (ex-Kingzone DragonX) e Haru (campeão mundial em 2017 pela Samsung Galaxy) – que compõe a equipe.

A última participação da equipe no torneio foi em 2017, quando desembarcaram no Rio de Janeiro. Na Grande Final, contra a G2 Esports, a SKT levantou o troféu na frente milhares de entusiastas na Jeunesse Arena. Além disso, os samurais serão seu adversário na abertura do campeonato.

G2 Esports (LEC)

Após um grande final de temporada em 2018, a G2 Esports volta a reinar na Europa. Ao derrotar a Origen na decisão, a equipe de Wunder, Jankos, Caps, PerkZ e Mikyx faturaram o primeiro título da nova liga. Além disso, a equipe retorna ao MSI após ficar de fora na edição passada.

Em 2018, a G2 fez história no Mundial, sediado na Coreia do Sul, ao derrotar a Royal Never Give Up (LPL). Os chineses, até então, atuais campeões do MSI e grande favorito ao título mundial, foram surpreendidos pelos europeus. Em grande atuação de PerkZ na rota do meio (hoje, jogando de Atirador), os samurais eliminaram a RNG do torneio. Foi a primeira vez na história da organização que chegaram nos playoffs e, de quebra, foram semifinalistas do torneio – quando foram derrotados pela Invictus Gaming.

Sua última participação no MSI também foi em 2017, quando foram derrotados pela SKT, no Brasil. Além disso, será seu primeiro confronto na abertura do campeonato. Com uma equipe bastante versátil, a G2 chega para ficar entre as quatro primeiras.

Invictus Gaming (LPL)

Campeã mundial em 2018, após vencer a Fnatic (LEC), a Invictus Gaming chega como, senão, a favorita ao título. A equipe chega ao MSI pela primeira vez no torneio depois de conquistas a primeira etapa da LPL. Além disso, foi o primeiro título da liga na história da organização.

Na temporada passada, a Invictus Gaming era cotada como uma das grandes favoritas ao título do Mundial. A equipe formada por – TheShy, Duke, Rookie, JackeyLove e Baolan – terminou em segundo lugar no Grupo B. Depois de perder o desempate para a Fnatic, restava para o vice-campeão chinês daquele ano enfrentar a KT Rolster – na ocasião, campeã da etapa de primavera da LCK –, no que poderia ser a final antecipada do torneio.

Após vencer os coreanos nas quartas-de-final e a Cloud9 (LCS) na semifinal, era hora de encarar novamente a Fnatic. Em uma série dominante dos chineses, a Invictus Gaming faturou o primeiro título de uma equipe chinesa no Mundial. Esta será a primeira vez da organização no MSI 2019 e terá a missão de segurar o troféu no país – já que a RNG é a atual campeão do torneio.

Team Liquid (LCS)

Com três títulos consecutivos, a Team Liquid chega ao MSI pela segunda vez. Após desempenho mediano na edição passada, a equipe de Doublelift terá a chance de mudar o rumo da região no torneio. Depois de derrotar a TSM, de virada pela primeira etapa da LCS, a equipe conseguiu sua classificação para o campeonato.

Na temporada passada, a Liquid dominou o cenário norte-americano, vencendo as duas etapas do campeonato. A equipe venceu a 100 Thieves, pela etapa de primavera e a Cloud9 pela etapa de verão. No entanto, seu desempenho em palcos internacionais deixou a desejar. A Liquid não conseguiu ficar entre os quatro primeiros na fase de grupos do MSI e não conseguiu se classificar para os playoffs do Mundial.

Com a chegada do meio Jensen, grande destaque da Cloud9 no Mundial, que levou a região para a semifinal após 7 anos, pode ser o que a Liquid precisava para render mais. A equipe chega com grandes chances de ocupar as quatro primeiras colocações do campeonato.

Flash Wolves (LMS)

Com sete títulos em sua liga, a Flash Wolves chegou no torneio sem tanto hype. Após as saídas de Moojin, SwordArt, Maple, a equipe precisou se reinventar neste começo de temporada. Além disso, a Flash Wolves é a organização com maior número de participações no MSI – com 4 no total (2016, 2017, 2018 e 2019).

Sob olhares de desconfiança dos especialistas, e com os olhares voltados para a MAD Team – até então cotada como favorita ao título –, a Flash Wolves se reinventou durante a primeira etapa da liga e conseguiu se classificar para os playoffs da competição. Após ficar em segundo lugar, a equipe teve de enfrentar a ahq e-Sports Club em uma partida disputada. Após vencer por 3 a 2, era vez de enfrentar MAD Team. Em série dominante, a Flash Wolves venceu por 3 a 0 e conquistou seu sétimo título da liga.

Após vencer a Vega Squadron (VCS) por 3 a 1, pela segunda rodada da fase de entrada, a Flash Wolves chega para surpreender mais uma vez. Na temporada passada, a equipe chegou as semifinais do torneio. Mas, foram derrotados pela Kingzone DragonX e deram adeus ao título da competição.

Phong Vü Buffalo (VCS)

Buscando fazer história, como a Marines em 2017, a Phong Vü Buffalo chega a fase de grupos do MSI depois de uma série emocionante contra a Vega Squadron. A equipe conseguiu repetir o feito de outras representantes da VCS – como Marines e a EVOS Esports – na competição. Os donos da casa prometem dar trabalho para as demais equipes.

A PVB chegou no Mid-Season Invitational 2019 após vencer a primeira etapa da VCS. Ao dominar a etapa regular com apenas uma derrota e vencer a EVOS na decisão por 3 a 1, os touros vermelhos chegaram no MSI com a missão de fazer bonito em casa. A equipe começou o campeonato no Grupo A da fase de entrada, e e terminou em primeiro colocado, ao vencer a 1907 Fenerbahçe (TCL) no desempate.

Em seguida, enfrentaram a Team Liquid, na segunda rodada do torneio. Mesmo não tendo vencido a série, a equipe mostrou que tem grandes chances de tirar jogos de outras equipes no evento principal. Já pela repescagem, contra a Vega, a PVB começou a série dominante e vencendo por 2 a 0. No entanto, os russos conseguiram empatar nas partidas seguintes, levando para o quinto jogo. Nesta última, ambas as equipes não quiseram se arriscar tanto para entregar a partida. Mas foi em uma iniciação dos vietnamitas que conquistaram eliminações importantes para fechar o jogo e selar sua classificação.

Esta é a primeira vez da equipe no MSI. Anteriormente, quando se chamavam Young Generation, a organização chegou a disputar a fase de entrada do Mundial em 2017. Mas foram eliminados na segunda rodada pela Team WE (LPL), por 3 a 0.

As expectativas para o início da fase de grupos do Mid-Season Invitational 2019 estão altas.

Fase de grupos – Evento principal

  • SKT (LCK) x G2 Esports (LEC) – 7:00
  • Flash Wolves (LMS) x Team Liquid – 8:00
  • Phong Vü Buffalo (VCS) x Invictus Gaming (LPL) – 9:00
  • SKT (LCK) x Flash Wolves (LMS) – 10:00
  • Invictus Gaming (LPL) x G2 Esports (LEC) – 11:00
  • Team Liquid (LCS) x Phong Vü Buffalo (VCS)

O Mid-Season Invitational 2019 é transmitido pelos canais oficiais da Riot Games Brazil na Twitch, no YouTube e na CubeTV.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias