LPL: O que rolou nas 5 primeiras semanas da liga chinesa

Créditos: LPL e Riot Games

A League of Legends Professional League (LPL) é certamente a região com mais talentos profissionais e times extremamente competentes, mas também uma liga mais complicada de consumir pelos horários conflitantes entre Brasil e China. 

Por isso vamos fazer uma recapitulação das principais informações do campeonato nessas primeiras 5 semanas de jogos. Já houve mudanças de patches nesse um mês e uma semana, assim como surpresas e picks comuns. 

anúncio betboomanúncio betboom

Uma coisa é certa, não se esperava que Sunning, o time que foi à final do Worlds 2020 contra a Damwon Gaming, estaria fora dos playoffs e com apenas 3 vitórias em 7 jogos. Assim como a TES, que está em 11º lugar e com quase a mesma formação do ano passado. 

Só mostra como a liga é forte, competitiva e com muitos times querendo o topo da tabela, o que dá mais motivos para gente ficar de olho.

A tabela de pontos

Na LPL a fase de pontos é um pouco diferente das ligas ocidentais, pois os times se enfrentam uma em MD3. Também é a liga com mais times do mundo, ao todo são 17. Resumidamente, é a liga que tem jogo todo dia da semana. 

Portanto, em 5 semanas tivemos 142 jogos, com uma média de 31 minutos por jogo. No fim da fase de pontos, os 10 primeiros colocados vão para os playoffs. Até então a tabela está da seguinte forma: 

Créditos: Leaguepedia

Apenas 4 jogadores nesse tempo conseguiram 1 pentakill, sendo eles: 

  1. Lwx (atirador da FunPlus Phoenix) 
  2. Cryin (mid laner da Royal Never Give Up)
  3. Angel (mid laner da Invictus Gaming)
  4. iBOY (atirador da Rare Atom)

Campeões mais pickados e banidos

Alguns campeões são bastante procurados que estão tanto no top 10 de picks quanto no de bans. Alguns outros campeões mal conseguem aparecer pois são prontamente banidos. Todos os dados deste texto foram coletados na ferramenta Games of Legends Esports. 

10 campeões mais pickados: 

  1. Kai’sa (85 picks);
  2. Orianna (65 picks); 
  3. Gnar (61 picks);
  4. Alistar (60 picks); 
  5. Leona (60 picks);
  6. Olaf (59 picks);
  7. Renekton (53 picks);
  8. Graves (50 picks); 
  9. Xayah (48 picks);
  10. Gragas (45 picks).

10 campeões mais banidos: 

  1. Pantheon (94 bans);
  2. Zoe (76 bans); 
  3. Olaf (74 bans); 
  4. Camille (71 bans);
  5. Twisted Fate (68 bans); 
  6. Renekton (67 bans); 
  7. Nidalee (60 bans);
  8. Kai’sa (50 bans);
  9. Akali (50 bans);
  10. Samira (49 bans). 

Podium de campeões com mais vitórias: 

  1. Kai’sa (53 vitórias e 62% de win rate);
  2. Gnar (35 vitórias e 57% de win rate);
  3. Orianna (34 vitórias e 52% de win rate). 

O Lado Azul de Summoner ‘s Rift tem tido melhores números de vitórias, com 57,7% de win rate. O lado azul também ganha em praticamente todos os requisitos, os times desse lado do mapa conseguem destruir mais a primeira torre (55,8%), o primeiro Arauto (61,6%) e primeiro Barão (57,5%). O lado vermelho ganha apenas em matar mais o primeiro dragão do jogo (53,6%). 

Summoner’s Rift é o mapa principal do MOBA. Créditos: LPL/Riot Games

Campeões em destaque na LPL

Cada liga de League of Legends tem alguma estatística ou campeão que se sobressai e acaba se tornando uma referência. A LPL, por ser a maior liga do mundo, inspira e influencia todas as outras regiões naturalmente. 

Com isso pensamos em trazer alguns campeões em destaque que está dando dores de cabeça para os chineses, e que podem também dar trabalho no CBLOL e outras ligas que acompanhamos com frequência. 

Taliyah

Créditos: Riot Games

A jungler foi 17 vezes pickada, ganhou 13, fechando um win rate de 76%, um dos mais altos para um campeão que apareceu algumas vezes. A campeã tem aparecido mais em outras ligas, mas na LPL também já foi bem mais banida do que pickado, com 36 bans ao todo. 

Portanto, apesar dos números bastante positivos, os times não puderam mostrar mais dela até esse patch 11.25. 

Pantheon

Créditos: Riot Games

Não à toa Pantheon foi o campeão mais banido, pois as vezes que apareceu fez toda diferença.

Foram 33 jogos, com 23 vitórias e um win rate de 70%. Atualmente Pantheon está aparecendo com mais frequência na jungle, ao contrário de 2020 que apareceu bastante na bot lane, como suporte. 

Rell

Créditos: Riot Games

Ainda um pouco tímida no Brasil e em outros lugares estatisticamente, mas na LPL tem sido um diferencial. Rell apareceu ao todo 35 vezes e ganhou 24, fechando um win rate de 69%.

A campeã está sendo uma escolha bem safe na bot lane e bastante forte, assim como Alistar e Leona. 

Gragas

Créditos: Riot Games

Gragas top lane veio da LPL e se tornou moda em todas as outras ligas ao mostrar que é um campeão fortíssimo de lane. Consegue farmar bem, pressionar o adversário, ajudar em ganks e ter a flexibilidade de ter dano ou ser tank. 

Na liga chinesa o campeão foi pickado 45 vezes, banido outras 28 vezes e com um win rate decente, de 62%.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online