O League of Legends já tem 10 anos de existência, e durante este período aconteceram muitas mudanças nos modos de jogo, nas histórias oficiais e habilidades dos campeões, itens de jogo, até mesmo o client usado para jogar. Portanto, os reworks de campeões são constantes e comuns. 

Recentemente tivemos o rework de Pantheon, mas muitos outros campeões passaram por mudanças radicais, como Nunu e Willump, Irelia, Akali, Galio, Aatrox, Ryze, entre outros. Em 2020 teremos o rework completo de Volibear e Fiddlesticks, que ganharam a votação mundial de campeões que deveriam ter reworks.

Ainda esse ano a Riot Games reforçou a iniciativa de abrir uma votação anual e mundial para que a comunidade pudesse escolher os campeões a serem modificados. Em vídeo, eles explicam em que pé estão os reworks de Fiddle e Voli.

Segundo os chineses, Shyvana seria a campeã a receber esse rework, já que no final de 2018 a campeã ganhou a votação em cima do Volibear e Fiddlesticks na China. Portanto, a transmorfa dragão tem grandes chances de ser uma das primeiras nessa votação de 2020. Mas não é só ela que está precisando de uma renovada, mesmo que seja parcialmente. 

Nem sempre essa rework precisa ser complexa e demorada! Ainda em 2019, com a chegada de Aphelios, Diana sofreu algumas modificações de habilidades, assim como outros personagens receberam novas modificações visuais, como a Lux. Nem sempre o rework que a Riot Games emprega é completo, e já uma mudança pequena faz muita diferença. Então vamos lá!

Shyvana

Shyvana é uma campeã forte e que foi usada recentemente pelo Balkan, jungler da Redemption, no CBLOL. No entanto, é uma campeã que merece um rework visual, de habilidades e de lore, assim como Volibear e Fiddlesticks. A lore da campeã não é de todo ruim, aborda sua origem, mas de forma nebulosa. Apenas diz que uma runa mágica queima em seu coração, o que a faz ser conhecida como “Meio-Dragão”.

Jarvan IV é o rei atual de Demacia e que foi salvo pela Shyvana em forma de dragão. Aos já acostumados fãs de LoL, Demacia é conhecida como um país bastante rígido com magos, feiticeiros e qualquer um que usa magia emprestada. Recentemente tivemos até a Cinematic Warriors, que mostra Sylas tentando fazer uma Revolução em Demacia após ficar preso tantos anos por ser um mago.  

Acontece que todo esse processo e relacionamento da Shyvana com Demacia é bastante mal explorado e ela não aparece em nenhum outro momento com Jarvan, Lux, Garen ou qualquer outro exército demaciano. É como se ela estivesse completamente escondida do lugar em que ela mora, mesmo que não tenha sido o local em que nasceu e cresceu.

Um rework visual também seria bem interessante, que já está um pouco datado e não muito chamativo para os níveis atuais de produção. As habilidades já são bem interessantes, mas mereciam algumas modificações para ser uma personagem com mais destaque e com mais funcionalidade na jungle. 

Não à toa, ela ficou em 1º lugar na China para receber um rework, na frente de Volibear e Fiddlesticks. Agora que Demacia está sendo mais explorada, seria uma boa hora para Shyvana. 

Dr. Mundo

Bom, já é sabido que o Dr. Mundo precisa urgentemente de um rework visual e de habilidades. Ele é um grande tank para partidas casuais, mas para o competitivo ele está longe de ser uma escolha viável. Para tornar o campeão novamente notável, é preciso modificar na raiz. 

Digamos que com o Dr. Mundo a mudança seria generalizada, sabe? (Imagem: Riot Games)

E a sua biografia também faz parte da raiz. O Dr. Mundo tem uma lore extremamente simples e sem nenhuma ligação coerente com o ambiente de Zaun, a não ser por ser um louco assassino que utiliza medidas extremas para ser forte, utilizando as substâncias químicas e torturas de um sanatório de Zaun. E é isto. 

Ele é roxo desde seu nascimento, aparentemente, mas tudo é explicado bastante por alto, assim como acontecia com Fiddlesticks. Sua loucura não é muito explicada também, apenas há boatos do que os cidadãos de Zaun e piltovenses dizem. Zero relação com Singed, Urgot, Zac ou qualquer outra figura contrastante de Zaun. 

Enfim, é o bastante para termos um Dr. Mundo diferente dos dias de hoje. 

Amumu

Se tem um personagem que sofre o tempo todo, ele se chama Amumu. Além de seu datado visual, a lore do Amumu é uma das mais confusas do League of Legends. Antigamente acreditava-se que o Amumu era um yordle amaldiçoado, mas informações recentes garantem que ele é mais uma criança humana do que um yordle.

No entanto ainda temos várias brechas em lores de outros personagens e contos inacabados que parecem querer citar o Amumu, mas no fim explica cada vez menos sobre ele. Aparentemente ele era um príncipe antigo que precisou ser rei muito novo de um reino shurimane. Mas, até isso é um tanto nebuloso. 

Falta só um pouco de vontade para fazer um campeão mais convincente! (Imagem: Riot Games)

Talvez a Riot Games até queira deixar toda essa confusão histórica na lore do Amumu, mas poderia ter alguns limites, não é? É impossível saber de que época ele é, ou o motivo de ser amaldiçoado, ou porque ele deve ficar só. As lendas do Amumu são tantas, que já não dá pra separar mais o que foi verdade e o que é apenas ficção. Isso torna as coisas um pouco complicadas na hora de falar sobre Shurima historicamente, por exemplo.

As habilidades podem ser pouco modificadas, não é a parte mais grave do campeão, mas definitivamente é um campeão que precisa de uma lore melhor explicada e completa, e uma modificação visual. 

Udyr

O Udyr é um campeão extremamente “memístico” na comunidade de League of Legends. Ele é um personagem forte, mas de difícil compreensão para os novatos, já que sua jogabilidade pode parecer um tanto confusa. Isso torna o personagem cheio de momentos engraçados em lives de streamers, tirinhas humorísticas e similares. 

Essa realidade o tornou um personagem 100% levado na brincadeira. Reza a lenda que ninguém joga a sério com Udyr. E a questão é que a lore dele ajuda muito para que essa piada continue. O primeiro parágrafo da biografia do Udyr é esse:

“Udyr é mais do que um homem. Ele é um repositório de poderes indomáveis dos espíritos freljordanos primitivos. Ao entrar em contato com suas essências bestiais, ele se apropria de várias habilidades, como extrema velocidade, resiliência e brutal ferocidade. Com todo esse poder agregado, Udyr enfrentará todos os que ousarem prejudicar a ordem natural do mundo.”

Acho que não preciso dizer muito mais, não é? Espíritos freljordanos? Os semideuses? Ornn, Anívia, Volibear e Irmã Foca? Ele é, originalmente, um Garra de Inverno, a tribo que hoje a Sejuani comanda. Ele foi exilado após explodir sua raiva espiritual. Mas, convenhamos, Freljord não é o melhor lugar possível para falar sobre poderes espirituais, não é? 

O Udyr antigo era até pior! A Riot Games deu uma boa mudada na splash art dele, mas ainda falta bastante para ser um campeão com mais cara de League of Legends. (Imagem: Riot Games)

Não é como se fosse impossível falar sobre religiões (a Lissandra tem grande poder nesse ponto) e conexão com a natureza no continente gélido, mas todas as habilidades do Udyr são um pouco distantes de toda a cultura de Freljord. É como se ele precisasse de um rework completo para que as coisas façam mais sentido.

Malphite

O rework do Malphite é muito mais de habilidade do que qualquer outra coisa. Ele recai para alguns personagens que também merecem mais ter suas habilidades repensadas do que um rework completo e trabalhoso. Algo parecido com o que aconteceu com a Diana, por exemplo. 

Ele até possível papel importante na realidade paralela de Odisseia, mas falta uns detalhes na linha original para ele ser mais usado. (Imagem: Riot Games)

A lore do campeão é convincente, no máximo valeria pequenas modificações e adição de contos e informações. O grande problema é que ele é um personagem que demora a escalar em partida, e isso prejudica demais o time como um todo. Sua ultimate é bem útil e perigosa, no entanto são as outras habilidades que dificultam o campeão ser mais escolhido e notado. Seu visual também não necessitaria de grandes mudanças, a não ser pelas habilidades novas que poderiam ser criadas. 

Shaco

Assim como o Amumu, Shaco é um campeão que merece uma rework visual e de lore, que é bastante simples e com pouquíssimas informações. Ele é um personagem com habilidades muito fortes, a ponto de ser um campeão constantemente banido no modo tradicional do Urfe e em partidas normais. 

Também com uma splash art recente, Shaco teve até pequenas mudanças, mas nada significativo (Imagem: Riot Games)

Sendo assim, as habilidades não são o foco do campeão – não que não precise de uns ajustes cá e lá. Visualmente falando, ele também parece ainda um tanto “quadrado” para os níveis gráficos dos dias de hoje. Refazendo esse visual, e complementando mais sua lore, Shaco terá sua merecida atenção dos pro-players. 

Nocturne

Nocturne também esteve nas primeiras posições da votação mundial de campeões que mereciam rework. Ele chegou a aparecer no último Mundial de League of Legends, por ser um campeão de muito dano com sua ultimate. 

No entanto, nem tudo são flores. Nocturne tem alguns problemas de visual, por parecer ainda datado e fora do estilo atual que a Riot Games emprega nos seus campeões mais recentes. Suas habilidades também podem melhorar de forma geral, apesar de não precisar de uma mudança drástica.

Apesar da splash art ser moderna, no jogo em si toda a estilização do Nocturne ainda é um pouco ultrapassada. (Imagem: Riot Games)

E bem, Nocturne também vem para representar a necessidade de modificar alguns campeões, visualmente falando, do Vazio. Evelynn chegou a receber uma boa rework visual, mas não podemos dizer o mesmo de Kassadin, Kog’Maw e Cho’Gath, por exemplo. E junto de Nocturne, são campeões que mereciam um novo design, com adendos de contos e mais informações biográficas. 

Mas é isto. Esses são os campeões mais “urgentes”, digamos assim, mas também tem outros campeões que mereciam uma renovada básica, nem que seja em um único aspecto. E vocês, lembram de algum campeão que merecia uma repaginada?

Já conhece a Stattrak?

A Stattrak é um fantasy game para esportes eletrônicos onde você pode montar seu time com jogadores profissionais, pontuar e ganhar diversos prêmios!

Clique aqui e venha conhecer a Stattrak!

Deixe seu comentário