“Trabalhando duro”: diretor de Mobile Legends fala sobre os desafios da audiência no Brasil

Liga LATAM Mobile Legends
Foto: Divulgação/Moonton

Embora Mobile Legends: Bang Bang (MLBB) seja um dos MOBAs mobile mais jogados no Brasil, a audiência de seus eventos de esports ainda não alcançou o nível esperado, ficando aquém de outros grandes títulos como Free Fire, League of Legends e VALORANT, por exemplo.

Líder de esports do MLBB na América Latina, Max Li abordou esta questão em uma entrevista exclusiva com o The Clutch, revelando os desafios e as estratégias da empresa para aumentar o engajamento do público brasileiro.

anúncio betboomanúncio betboom

“Atualmente, há poucos espectadores nos eventos de esports do MLBB. Isso se deve a muitos motivos”, disse Max Li, sem especificar exatamente quais.

“Claro, para a Moonton, estamos trabalhando duro para mudar essa situação aos poucos. Através de nosso investimento contínuo em mercados, esports e comunidades na América Latina e no Brasil, acredito que essa situação mudará”, complementou o diretor.

Max Li
Max Li, líder de esports de Mobile Legends LATAM (Foto: Divulgação/Moonton)

Recentemente, o país recebeu pela primeira vez uma edição da Liga LATAM, maior torneio do continente americano para a modalidade. Para Max Li, a competição foi um sucesso, superando as expectativas criadas pela Moonton.

“Acho que a Liga LATAM ficou alinhada com nossas expectativas, e até superou as expectativas em termos de audiência. Ela não foi perfeita e há áreas que podem ser melhoradas, mas espero que possamos corrigir essas áreas na competição do próximo ano”, contou.

Palco Liga LATAM MLBB
Palco da Liga LATAM 2023 nos Estúdios Alfra, em Barueri (Foto: Divulgação/Moonton)

Quando perguntado sobre a possibilidade de abrir costreams com criadores de conteúdo para elevar o número de espectadores, Max disse que essa é uma estratégia que já foi pensada pela Moonton e que será botada em prática em breve.

“Também damos as boas-vindas a KOLs (Key Opinion Leaders, ou influencers) para transmitir eventos e colaborar em conteúdo. No entanto, atualmente não temos muitas escolhas de KOLs que entendam o jogo, sejam capazes de explicar objetivamente o progresso dos torneios e que estejam dentro do nosso orçamento. Estamos tentando cooperar com grandes KOLs de diferentes categorias, como o KOL brasileiro de Free Fire “Level Up”, mas isso leva tempo, pois precisamos pesquisar o mercado e o público e coletar dados para saber qual direção é correta. É isso que estamos fazendo agora”, afirmou Max.

Por fim, o The Clutch questionou a falta de um etapa em LAN para a MPL Brazil, o que poderia trazer mais interesse ao competitivo de Mobile Legends nacional. Em diversos títulos, utiliza-se muito o sistema de se jogar a primeira fase online e realizar em LAN os jogos de playoffs.

“Temos planos para realizar eventos offline, mas isso requer que a Moonton nos dê apoio suficiente, o que não é uma coisa fácil. Além disso, precisamos discutir a possibilidade de mudar para São Paulo com as equipes. Então, ainda vai levar um pouco de tempo”, respondeu.

Torcida Liga LATAM MLBB
Torcida lotou os Estúdios Alfra no último dia da Liga LATAM (Foto: Divulgação/Moonton)

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários 1
  1. O Mobile Legends não tem sucesso de público no Brasil dentro dos seus torneios porque eles investem mal, não ouvem a comunidade, seleção de rota, skins absolutamente cara. Eles colocam uma roleta dentro de uma roleta para você conseguir pegar uma skin só para ganhar dinheiro, não valorizam os streamers, não valorizam os comentaristas, eles não valorizam nada. Nós tínhamos o Chris e o Holly que eram excelentes comentaristas, eles não pagavam o mínimo, a eles. Grandes streamers se decepcionaram com o Mobile Legends. Porque simplesmente eles não valorizam a ala brasil, o foco deles é a indonésia sempre o foco deles foi a indonésia, o que eles ganham para os outros países aí o que vier lucro, sinceramente os torneios aqui, eles não investem entretanto é uma porcaria, atualmente tem alguns comentaristas bons, eles pegaram alguns outros comentaristas que vão lá simplesmente porque para ganhar o mínimo do mínimo não valorizam excelentes profissionais, enquanto isso o que está crescendo dentro do brasil é o honor of kings, e uma opção pois estão focados em ganhar a comunidade brasileira, coisa que o mobile Legends não está nem aí. Tem várias reivindicações que foram feitas ao longo dos anos de Mobile Legends, e até hoje a metade não foi ouvida. Eles não conseguem de forma nenhuma respeitar a própria comunidade que eles mesmo criaram. O Brasil é uma comunidade largada, eles não movem, eles não se preocupam com nada. Mas agora nós temos o Honor of Kings, né? Aí são uma empresa que esta mais focada e importa com a nossa comunidade.

melhores cassinos online melhores cassinos online