Por esbanjar vida luxuosa, justiça ordena Crusher Fooxi a pagar mais pensão à filha

Foto: Marcos Junior Fotografias

Pioneiro na criação de conteúdo de Free Fire e membro da LOUD, o influenciador Arthur “Crusher Fooxi” Teixeira terá que pagar um valor maior de pensão alimentícia à filha. O auxílio sofreu aumento de três para sete salários mínimos, equivalente a R$ 9.240 mil, conforme determinado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). A informação é da coluna Erlan Bastos EM OFF, que teve acesso aos autos.

O TJ-SP deu ganho ao recurso apresentado pela ex-namorada de Crusher Fooxi, Raphaela Akemi, que alegou o fato do influenciador expor uma “vida luxuosa” nas redes sociais. Na decisão, sobre o aumento da pensão, o tribunal afirmou que “o montante é compatível com a projeção que o alimentante alcançou nas redes sociais ao longo dos últimos anos”.

anúncio betboomanúncio betboom

+ Nobru coloca carros à venda por mais de R$ 700 mil

Inicialmente, a pensão alimentícia paga por Crusher Fooxi era de três salários mínimos (atualmente, R$ 3.960). Contudo, Raphaela foi à justiça solicitando um aumento para dez salários mínimos, alegando que o valor inicial era “ínfimo” e que estava “longe de ser o montante financeiro necessário” para cuidar da filha.

No recurso aberto, segundo a coluna, a ex de Crusher Fooxi anexou “fotos, links e outras mídias que comprovariam a condição financeira de Arthur”. Entre os documentos anexados está uma imagem que mostra os carros comprados por Crusher Fooxi para os pais no total de R$ 420 mil e uma viagem de helicóptero. Em contrapartida, Raphaela alega ainda ser estudante, não possuir renda e que está “vivendo de favor” na casa de uma bisavó.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

melhores cassinos online melhores cassinos online