Valorant: Riot fala sobre passe de batalha, skins e microtransação

Valorant foi anunciado oficialmente pela Riot Games nesta segunda-feira (2). De lá pra cá, o até então chamado Project A vai proporcionando doses homeopáticas de informações ao público, que já está ansioso com o lançamento do jogo, previsto para junho deste ano.

Em entrevista com desenvolvedores do jogo, o portal Polygon apresentou diversas perguntas que ainda eram feitas pelos futuros jogadores. Isso porque, apesar de termos alguns detalhes sobre armas e habilidades, outras tantas ainda estavam sem resposta.

Uma das primeiras informações esclarecidas pela Riot Games é o tempo de cada partida em Valorant. Ao todo, serão 25 rounds com duração de 1 minuto e 40 segundos. Ou seja, quem fizer 13 pontos primeiro será o grande vencedor.

Leia também:

Novos mapas

Apesar de só ter tido dois mapas revelados nesta semana, a Riot Games prometeu que o jogo será lançado com quatro mapas. No entanto, tudo indica que os fãs não vão esperar muito mais para ter acesso a novos mapas.

De acordo com o Polygon, a desenvolvedora não possui um um cronograma exato para lançar novos locais de batalha. Ainda assim, a empresa espera lançar um novo mapa a cada seis meses ou um ano, fazendo a rotação de locais ficar ainda maior conforme o tempo for passando.

Skins

Valorant: Riot fala sobre passe de batalha, skins e microtransação
Uma das metralhadoras presentes em Valorant (Divulgação/Riot)

A Riot Games foi categórica ao dizer que as skins serão, inicialmente, apenas para as armas. Segundo os desenvolvedores, é bem provável que o jogo já seja lançado com a opção de mudar a aparência dos itens.

No entanto, no que diz respeito aos personagens, pode ser que isso fique apenas para depois. Mesmo sem excluir a ideia, a Riot afirma que só vai pensar em adicionar skins aos personagens de Valorant no futuro.

Passes de batalha e microtransação

Uma das partes mais delicadas na maioria dos jogos lançados atualmente, os passes de batalha e microtransações se tornaram personas non gratas em diversos títulos, principalmente os desenvolvidos pela Electronic Arts e pela Ubisoft.

Sem ter nada a ver com isso, a Riot Games tenta acalmar os fãs. Antes de mais nada, a empresa confirmou que o jogo é grátis. Com isso, precisará contar com microtransações para se sustentar, assim como acontece em League of Legends.

Valorant: Riot fala sobre passe de batalha, skins e microtransação
Menu de compras foi revelado em gameplay (Divulgação/Riot Games)

Justamente por isso, o passe de batalha é algo que está nos planos da empresa em adicionar ao Valorant. Mesmo sem dar muitos detalhes sobre o assunto, é possível que os jogadores recebam as recompensas de acordo com o quanto jogam.

Apesar disso, não está claro se ele será atualizado a cada temporada, como acontece em muitos jogos como PUBG e Fortnite, ou se as recompensas serão atualizadas no mesmo passe.

Com a possível presença de um passe de batalha em Valorant, a Riot praticamente já confirmou as microtransações no jogo. No entanto, garantiu que o título não vai ter loot boxes, uma das práticas predatórias mais condenadas da indústria.

De acordo com a empresa, os jogadores poderão comprar de forma direta as skins que tiverem interesse na loja de Valorant.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img