VALORANT: Riot passará a gravar chat de voz para combater toxicidade

spot_imgspot_imgspot_img

A Riot Games segue trabalhando firme no combate à toxicidade dentro de VALORANT. Diante disso, na última sexta-feira (30), a desenvolvedora revelou que mais uma ação para frear jogadores tóxicos será implementada ao jogo, mais especificamente no chat de voz. Assim, as conversas realizadas por meio de voz durante as partidas começarão a ser gravadas.

+ VCB 2: Havan Liberty e INGAMING vencem pela repescagem da final brasileira
+ VALORANT: Team Vikings inaugura Gaming House com latência otimizada
+ VALORANT: Breeze e espaço para treinadores no lobby: as novidades do Ato 3

No entanto, a publisher informou que não serão todas as partidas que serão ouvidas, bem como não haverá um acompanhamento ao vivo das chamadas. Isso porque apenas os jogos em que houverem denúncias é que serão verificados.

“A presença de comportamentos inadequados em comunicações por voz é um enorme problema para diversas pessoas e acreditamos que uma das melhores formas de combatê-los é promover formas rápidas e precisas para denunciar abusos ou agressões, assim saberemos quando agir. Precisamos, também, de evidências claras para verificar as violações das nossas políticas de comportamento [antes de agir] e para poder comunicar aos jogadores porque um comportamento em especial gerou uma punição”, informou a Riot Games em comunicado.

Embora seja uma ideia bastante promissora por parte da Riot Games, o recurso de gravação não será implementado de imediato ao jogo. Será realizado primeiro um teste na América do Norte antes da função chegar às demais regiões.

Desse modo, quando o sistema chegar oficialmente ao jogo, todos os que utilizarem o chat de voz deverão concordar com a gravação. Quem for contra, terá como única opção desativar a função.

spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimas notícias