Salários de jogadores de VALORANT podem chegar a R$ 160 mil por mês

Recém-contratado como coach da Team Liquid de Counter-Strike: Global Offensive, Jason “moses” O’Toole falou durante o podcast Counter-Points detalhes sobre o salário dos jogadores de VALORANT. Ainda mais específico, revelou a quantia que os ex-jogadores de CS:GO estão pedindo para defender equipes no FPS da Riot Games.

+ Free Fire: Suicide Squad é destaque na 1ª semana das finais da Liga NFA
+ VALORANT: Fusion Fraggers conquista o título da OnFire Cup

De acordo com ele, os players estão tentando “ganhar dinheiro rápido com o VALORANT”. Por isso, alguns deles chegam a pedir até R$ 160 mil por mês para atuar no cenário competitivo do jogo. No entanto, ressaltou que a estrutura do jogo ainda não está pronta para esse tipo de situação.

“Alguns desses números que estão sendo lançados sobre esses caras são de US$ 20 mil a US$ 30 mil por mês para jogar no competitivo de VALORANT. E ainda não há uma estrutura organizada profissionalmente. São apenas eventos da série Ignição”, revelou.

A informação é reforçada pelo site Esports Observer, que em julho divulgou que os salários em VALORANT estavam na faixa de US$ 3 a 5 mil, mas com alguns jogadores recebendo “consideravelmente mais” que isso. Entretanto, na época, Carlos Ocelote, CEO da G2 Esports, afirmou em seu Twitter que as informações não eram verdadeiras. Ele disse que os agentes dos jogadores espalhavam notícias falsas para tentar ganhar comissões maiores.

“Essas fontes [que divulgam os salários] são altamente incentivadas à espalhar informações falsas porque as comissões delas dependem disso. Talvez eles tivessem que primeiro cuidar da carreira de seus jogadores antes de inflacionar preços sem motivo algum”, disse Ocelote.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias